Tag: TV Paga

Mestre do suspense, Alfred Hitchcock deixou um legado e tanto para o cinema do gênero. Já são 38 anos de saudade e, no domingo 29 de abril, a partir das 13h30, clássicos que marcaram a carreira do britânico vão compor a homenagem do Telecine Cult: Um Barco e Nove Destinos, Topázio, Frenesi, Trama Macabra e Marnie, Confissões de uma Ladra. No Telecine Play, a maratona Hitchcock pode começar a qualquer momento em: https://www.telecineplay.com.br/name/Alfred_Hitchcock.

Nos anos 1940, ele ousou no longa-metragem Um Barco e Nove Destinos, ao levar para o cinema um náufrago durante a Segunda Guerra Mundial. Indicada ao Oscar nas categorias Direção, Roteiro Original e Fotografia, a produção em preto e branco dispensa trilha sonora.

A seleção continua com quatro estreias. A primeira é Topázio, que se passa em 1962, durante a Guerra Fria. Na adaptação do livro homônimo de Leon Uris, o serviço secreto americano contrata um espião francês para ir a Cuba checar rumores sobre mísseis russos. Nessa operação, ele acaba por desvendar a Topázio, uma rede de espionagem francesa infiltrada.

Tem mais sucesso às 17h40, com o suspense policial Frenesi, indicado ao Globo de Ouro em quatro categorias. Na trama, Londres é aterrorizada por um maníaco sexual, o “Assassino da Gravata”, e o ex-piloto da Força Aérea Britânica, Richard (Jon Finch), é apontado como o principal suspeito dos crimes. Em seguida, às 19h45, Hitchcock reúne Barbara Harris, Bruce Dern e Karen Black no sucesso Trama Macabra, último filme dirigido por ele.

Marnie, Confissões de uma Ladra fecha o domingo em grande estilo. Tippi Hedren vive uma mulher que assume diversas identidades em escritórios para arrancar dinheiro de seus chefes, até um deles se apaixonar por ela: Mark, personagem de Sean Connery.

O canal por assinatura HBO vem fazendo história a bastante tempo na entrega de suas séries originais. Com produções diversificadas, ambiciosas e de qualidade inquestionável o canal vem oferecendo o melhor em conteúdos totalmente exclusivos.

A diversidade dessas produções não se dá apenas nos temas principais de suas séries, mas também na escolhe das equipes de produção, atores e assuntos extremamente importantes que geralmente não são abordados de forma tão direta em séries de outros canais, isso transformou a HBO no maior canal de assinatura do mundo.

Dentre dezenas de séries fantásticas é muito difícil eleger as melhores, porém não é impossível e abaixo você pode conferir quais são as melhores séries da HBO!

 

Westworld (2016- )

Apesar de conter apenas uma temporada, a série conquistou milhares de fãs ao redor do mundo numa trama de ficção-western complexa e que vai fazer a sua cabeça explodir. Baseado num filme dos anos 70 de mesmo nome, Westworld conta a história de um parque futurista que simula um mundo o velho-oeste americano. Lá, os convidados pagam uma imensa soma em dinheiro para viverem uma total imersão na época. Eles podem fazer de tudo, matar, desbravar lugares escondidos, caçar recompensas e até cometer crimes. Essa simulação se dá através de robôs movidos por uma inteligencia artificial, que após cada simulação tem sua programação apagada para recomeçar uma nova história. Mas o que aconteceria se os robôs começassem a desenvolver a consciência?

A segunda temporada da série é uma das estreias mais aguardadas do canal, e irá estrear ainda esse ano!

Silicon Valley (2014- )

A série conta a história de seis programadores que buscam o sucesso no vale do silício. O programador Richard desenvolve um algorítimo inovador para a compressão de arquivos e isso o coloca numa encruzilhada: vender a tecnologia por um valor imenso para uma empresa, ou fundar seu próprio negócio? De uma forma ácida a série mostra como é a vida dentro do maior parque de inovação tecnológica do mundo e como é a rotina dos programadores, profissão que nem sempre temos noção do que é e de como funciona.

Six Feet Under (2001 – 2005)

Um dos maiores sucessos do canal, a história gira em torno da família Fisher, que após a morte do patriarca se vê obrigada a se juntar para tocar o negócio familiar: uma funerária. Falando abertamente e de uma forma não convencional a morte, a série traça um paralelo ao destino final de todos nós com os dilemas e desafios enfrentados pelos Fisher, envolvendo traição, homossexualidade, relação interiores, problemas emocionais, filosofia e religião.

Veep (2012- )

Estrelando a Julia Louis-Dreyfus, conta a história de Selina Meyer, uma antiga senadora que se vê totalmente despreparada ao assumir a vice presidência dos EUA. Quando o presidente atual entra em uma condição de saúde preocupante, Selina e sua equipe precisam encarar o fato que ela pode vir a assumir o cargo e começam a lidar com dezenas de questões políticas.

A série, apesar de ser uma comédia dá um banho em quase todas as séries sobre política em exibição. Julia é uma excelente atriz e a cada episódio o expectador se vê mais envolvido com ela e as situações no mínimo cômicas que a personagem enfrenta.

True Blood (2008 – 2014)

Do mesmo criador de Six Feet Under, a série adapta os livros de Charlaine Harris (The Sookie Stackhouse Chronicles) e conta a história de Sookie uma garçonete telepata que vive na pequena cidade de Bon Temps, em um mundo onde os vampiros lutam pelo seu lugar e sua igualdade aos seres humanos. Um dia, a cidade recebe seu primeiro vampiro, Bill Compton, e Sookie, sem conseguir ler a mente do sanguessuga fica muito curiosa a seu respeito o que a leva em uma relação de altos e baixos num universo onde as criaturas da noite estão cada vez mais entre os humanos.

A série se manteve do início ao fim, acertando em cheio no gótico-sulista, no gore e no tom ácido que ela sempre adotou. Recheada de sexo, suor e sangue, True Blood deixou saudades quando acabou.

OZ (1997 – 2003)

Mostrando toda a rotina do sistema carcerário da prisão Oswald, conhecida publicamente como OZ. Abordando de forma realista temas inerentes a vida dos presos, como o sexo, as drogas, a privação de direitos básicos e a violência a série chocou o mundo durante sua exibição e fez história mundial.

True Detective (2014- )

Criada pelo Nic Pizzolatto, a antologia tem como base crimes obscuros e únicos e sua resolução (ou não) pelos detetives encarregados de cada caso. A primeira temporada foi recorde de audiência e premiações, contando a história de Rust e Martin, dois detetives que vivem uma caçada de 17 anos a um serial killer com tendências ritualísticas na Louisiana.

Devido ao grande sucesso da primeira temporada, as expectativas para a segunda foram altas, e quando ela foi lançada a inevitável comparação quase fez a série ser cancelada. Apesar disso a segunda temporada é muito boa, e muito diferente da primeira, contando a história de três detetives de agências governamentais diferentes que se juntam em um assassinato em uma cidade corrupta, fechada e manipulada por um gangster.

A terceira temporada foi confirmada e terá sua estréia em 2019.

Sex and the City (1998 – 2004)

A premiada série fez história nos anos 90, ao colocar homens e mulheres no mesmo patamar sexual. Carrie Bradshaw é uma jornalista que escreve uma coluna de sexo num importante jornal de New York. Nele, ela relata as aventuras sexuais e amorosas dela e de suas amigas, mostrando a forma como homens e mulheres se relacionam através do sexo, do amor e da amizade.

Sex and The City é uma das séries mais famosas de todos os tempos e teve duas continuações em filme.

The Sopranos (1999 – 2007)

Uma das séries mais importantes de todos os tempos, Sopranos foi uma das produções que marcou o início da nova era das série de televisão. Onde não havia lados, bons ou maus, certo e errado. A série conta a história do mafioso Tony Soprano, que após um ataque de pânico procura ajuda profissional para lidar com todas as áreas de sua vida que parecem colidir.

Considerada por alguns a série mais bem escrita de todos os tempos, The Sopranos foi premiada, adaptada para livros, jogos e músicas e figura no top 5 das maiores séries de todos os tempos.

Game Of Thrones (2011- )

GoT é a série mais assistida de todos o tempos, a maior série de televisão já feita e todo o hype em cima dela não é a toa. Contando a história de Westeros, uma terra medieval governada por casas, somos apresentados a família Stark, protetora e governante do norte. Após a morte de da Mão do rei, o governador geral do reino, o rei Robert Baratheon pede a Eddard Stark que vá a capital servir como nova mão. Eddard desconfia que seu antecessor foi assassinado pela família da rainha e aceita o convite, começando a investigar a misteriosa morte. Essa sinopse é extremamente pequena comparada a tudo que acontece na série e o que ela é.

Game of Thrones tem feito história numa produção cinematográfica arrebatadora e sua última temporada promete quebrar televisões, matar a internet e levar seus expetadores a loucura.

As séries podem ser assistidas na HBO GO, o serviço de streaming do canal que você pode acessar por aqui.

O Multishow divulgou a data da chegada de Chaves e Chapolin no canal. Segundo o Comunicado enviado para a imprensa, a data de estreia ficou marcada para o dia 21 de maio. O pacote adquirido pelo Multishow contempla mais de 500 episódios dos seriados, sendo que mais de 100 são inéditos na TV brasileira. Além da versão brasileira, o assinante poderá optar pelo áudio original em espanhol.

O Multishow comprou os direitos de exibição de episódios clássicos e inéditos dos seriados Chaves e Chapolin, produzidos pela mexicana Televisa. Os direitos são para TV Paga e Video On Demand e também estarão disponíveis na plataforma Multishow Play (www.multishowplay.com.br), após a exibição na TV.

O Paramount Channel acaba de anunciar a estreia da primeira temporada da uma das séries mais aclamadas pela crítica, The Handmaid’s Tale – O Conto da Aia.  No domingo, dia 11 de março, às 21h, o canal exibe o primeiro episódio com exclusividade na TV paga, em versão dublada com opção de áudio original e legenda dinâmica.

Baseada no romance best-selling de Margaret Atwood, no Brasil, publicado pela Editora RoccoThe Handmaid’s Tale – O Conto da Aia foi eleita a Melhor Série Dramática de TV no Globo de Ouro 2018 e Elisabeth Moss, protagonista da série, levou o prêmio de Melhor Atriz em Série Dramática, na mesma premiação. A atração concorreu ainda na categoria Melhor Atriz Coadjuvante em TV, com Ann Dowd, somando três indicações.

Em 2017, The Handmaid’s Tale – O Conto da Aia teve 13 indicações ao Emmy e conquistou oito prêmios, incluindo Melhor Série de Drama, Melhor Atriz Protagonista em Drama (Elisabeth Moss), Melhor Atriz Coadjuvante em Drama (Ann Dowd), Melhor Direção de Série Dramática (Reed Morano) e Melhor Roteiro para Série Dramática.

The Handmaid’s Tale – O Conto da Aia é a história do lugar fictício Gilead, uma sociedade totalitária governada por um regime fundamentalista, que antes fora território dos Estados Unidos. Em um momento de baixa taxa de natalidade mundial por conta de altos níveis de poluição e de doenças sexualmente transmissíveis,  Offred (Elisabeth Moss) – uma das poucas mulheres férteis remanescentes – é forçada a servir como aia (ou escrava sexual) neste regime fanático que vê nesta condição a última tentativa desesperada de repovoar o mundo. Nessa sociedade assustadora, Offred terá de conviver com seu Comandante Fred Waterford (Joseph Fiennes) e a cruel esposa Serena Joy Waterford (Yvonne Strahovski), além da governanta (Martha), com um único objetivo: sobreviver e encontrar sua filha que lhe foi tirada.

Serviço – Estreia 1ª Temporada de The Handmaid’s Tale – O Conto da Aia
Estreia: Domingo, 11 de março, às 21h, só no Paramount Channel.
Episódios inéditos: Todo domingo, às 21h, só no Paramount Channel.
Operadoras Oi, SKY (pós-pago) e Vivo com SINAL ABERTO para TODOS os assinantes nesta data.

As férias acabaram e chegou a hora de voltar aos estudos com o grupo de professoras nada convencional da nova estreia do Comedy Central: Teachers. A série, que conta com o humor ácido e característico do canal, estreia domingo, 18 de fevereiro, às 22h40.

Teachers gira em torno do cotidiano de seis professoras em uma escola primária e seus problemas pessoais, com o objetivo de conseguir conciliar, ou não, as duas vidas: pessoal e profissional. Elas seguem com o desafio de moldar a mente de seus jovens estudantes, mesmo que suas próprias vidas não estejam no lugar.

Na tentativa da criação de um projeto antibullying, dietas milagrosas, competitividade e lidando com crianças em guerra, Cecilia, Chelsea, AJ, Caroline, Mary Louise e Deb estão dispostas a não deixar que nada saia do controle dentro da escola Fillmore, em Chicago. Só não dá para garantir!

As professoras são criadas, produzidas e estreladas pelo grupo de improvisação The Katydids, composto por seis mulheres: Caitlin Barlow, Katy Colloton, Cate Freedman, Kate Lambert, Katie O’Brien e Kathryn Renée.

A primeira temporada promete muita diversão e vai contar com alguns convidados especiais: Alison Brie (Community, Glow), Rob Riggle (The Daily Show, The Hangover), Lacey Chabert (Mean Girls), Jesse Bradford (Bring It On), entre outras celebridades.

Serviço– Estreia “Teachers
Estreia: domingo, 18 de fevereiro, às 22h40.
Exibição regular: domingo, às 22h40.

Scarlett Johansson se transforma completamente em A Vigilante do Amanhã: Ghost In The Shell. A atriz abandona os cabelos longos e loiros e aparece morena com um corte Chanel, com visual nipônico, no papel de uma ciborgue com cérebro humano. Depois de hipnotizar o público nos cinemas, o thriller high-tech promete repetir o sucesso na Superestreia deste sábado, 17 de fevereiro, no Telecine Play e no Telecine Premium.

A adaptação do famoso mangá japonês se passa num futuro próximo, onde Major (Scarlett Johansson) é a primeira de sua espécie: uma humana que foi ciberneticamente melhorada, com a função de deter os mais perigosos criminosos. Quando o terrorismo atinge um novo nível, capaz de invadir a mente das pessoas e controlá-las, a agente é convocada para deter os avanços dessa prática. Paralelamente à missão, Major descobre que foi enganada e sua vida, roubada.

SERVIÇO:
A Vigilante do Amanhã: Ghost In The Shell
Direção: Rupert Sanders
Elenco: Scarlett Johansson, Juliette Binoche, Takeshi Kitano,
Michael Pitt e Pilou Asbæk
CHN, HKG, IND, GBR e EUA, 2017. Ação. 100 min. 14 anos.

Sessão Superestreia
Dia 17/2, sábado, às 22h, no Telecine Play* e no Telecine Premium.
Dia 18/2, domingo, às 20h, no Telecine Pipoca

* a Superestreia também fica disponível a qualquer momento no Telecine Play
e pode ser assistida quando e onde o assinante quiser.

A lista dos indicados ao Oscar® 2018 já foi divulgada e o Telecine saiu na frente: exibirá 22 dos filmes que estão concorrendo à 90ª edição da maior premiação de cinema do mundo. O evento acontecerá no dia 4 de março, em Los Angeles. E o esquenta para a cerimônia já começou no Dá um Play, canal do Telecine no Youtube. Os apresentadores Caio Muniz, Klaus Schmaelter e Moisés Liporage recebem o crítico Renato Hermsdorff, do AdoroCinema, para um bate-papo sobre os favoritos às estatuetas.

Maior indicado do ano, o drama A Forma da Água de Gullermo del Toro, concorre a 13 estatuetas. O filme, estrelado por Octavia Spencer, Sally Hawkins, Michael Shannon e Richard Jenkins, chega aos cinemas no próximo dia 1º de fevereiro.

 

 

 

Também já estão confirmados na Rede os seguintes indicados: Três Anúncios Para um Crime; Trama Fantasma; O Destino de uma Nação; Lady Bird – A Hora de Voar; Corra!; Star Wars: Os Últimos Jedi; The Post – A Guerra Secreta; Eu, Tonya; O Poderoso Chefinho; Doentes de Amor; Viva – A Vida É uma Festa; O Touro Ferdinando; Planeta dos Macacos: A Guerra; O Rei do Show; Victoria & Abdul – O Confidente da Rainha; O Insulto; Extraordinário e Corpo e AlmaPara completar a lista, já estão no ar e disponíveis no Telecine Play o filmes Logan, A Bela e a Fera e Guardiões da Galáxia Vol. 2.

Assista ao vídeo:

Nesta terça-feira, dia 30 de janeiro, o filme Pompeia – sobre a destruição completa da cidade pela erupção do Monte Vesúvio – inspira o especial com quatro filmes que mostram a força da natureza.

A sessão começa com Além da Escuridão – Star Trek, às 18:30. Depois que a tripulação da Enterprise encontra uma força de terror invencível dentro de sua própria organização, o Capitão Kirk (Chris Pine) lidera uma caçada em um planeta em zona de guerra para capturar um homem que representa sozinho uma arma de destruição em massa.

Na sequência, às 20:55, tem A Era do Gelo. Durante a era glacial, o mamute Manny e o bicho-preguiça Sid encontram um bebê esquimó perdido. Eles precisam enfrentar muitos desafios para tentar entregar essa criança aos pais.

Logo depois, às 22:30, A Vida Secreta de Walter Mitty vai ao ar. O tímido e sonhador Walter Mitty (Ben Stiller) é responsável pelo departamento de fotografias da revista Life. Quando um negativo desaparece, ele precisa embarcar em uma verdadeira aventura atrás de um importante fotógrafo.

À 0:40, Pompeia encerra o especial. Dias antes da lendária erupção do Monte Vesúvio, o escravo Milo (Kit Harrington)  luta pela própria sobrevivência em uma arena de gladiadores. Ele chama a atenção de Cassia (Emily Browning), a filha de um comerciante rico que é desejada por um senador romano. Em meio ao caos, Milo precisa salvar a si mesmo e a amada.

SERVIÇO:
Além da Escuridão – Star Trek
Star Trek Into Darkness
Direção: J.J. Abrams.
Elenco: Benedict Cumberbatch, Chris Pine e Zachary Quinto.
EUA, 2013. Ação. 127 min. 12 anos.
Às 18h30
A Era Do Gelo
Ice Age
Direção: Chris Wedge e Carlos Saldanha.
Elenco: Denis Leary, Jack Black, John Leguizamo e Ray Romano.
EUA, 2002. Animação. 78 min. Livre.
Às 20h55
A Vida Secreta De Walter Mitty
The Secret Life Of Walter Mitty
Direção: Ben Stiller.
Elenco: Ben Stiller, Adam Scott e Kristen Wiig.
EUA, 2013. Aventura. 109 min. 10 anos.
Às 22h30
Pompeia
Pompeii
Direção: Paul W. S. Anderson.
Elenco: Kiefer Sutherland, Emily Browning e Kit Harington.
CAN, ALE, EUA, 2013. Ação. 99 min. 14 anos.
À 0h40

Já que a quinta-feira virou o dia da semana mundialmente conhecido pela nostalgia, o Telecine Action preparou o “Especial #TBT” para lembrar filmes icônicos: O Exterminador do Futuro, Duro de Matar e A Bruxa de Blair. A dose tripla vai ao ar nesta quinta-feira, dia 25 de janeiro, a partir das 19h55, mas quem quiser matar a saudade já pode assistir a qualquer momento no Telecine Play.

O Exterminador do Futuro, clássico dirigido por James Cameron, marcou a carreira de Arnold Schwarzenegger. Seu personagem é um andróide que vive em uma época em que o planeta é dominado por máquinas. Ele viaja no tempo e é enviado para os anos 1980 com a missão de matar Sarah Connor (Linda Hamilton), antes que ela dê à luz ao líder da resistência humana na guerra contra a inteligência artificial.

Na sequência, às 22h, tem muito tiro, porrada e bomba com Duro de Matar, que destaca outro astro do cinema: Bruce Willis. E lá se vão 30 anos do lançamento do filme, que foi indicado a quatro estatuetas no Oscar. Willis conquistou o público ao viver o policial John McClane, que vai a Los Angeles para passar o Natal com sua esposa, Holly (Bonnie Bedelia). Mas o prédio em que ela trabalha é invadido por um grupo de terroristas, que mantém todos os funcionários da empresa como reféns. Só ele pode deter os bandidos e, para resgatar sua mulher e os inocentes, McClane é capaz de tudo.

O terror toma conta da sessão com a estreia de A Bruxa de Blair, à 0h25. Sucesso mundial, o filme assustou o público com a história de três alunos de cinema, que acampam em uma floresta para realizar um documentário sobre a famosa lenda da Bruxa de Blair. O trio desaparece misteriosamente e, um ano depois, uma fita é encontrada e revela o destino macabro dos jovens.

SERVIÇO:

Às 19h55 – O Exterminador do Futuro (The Terminator)
Direção: James Cameron
Elenco: Linda Hamilton, Michael Biehn e Arnold Schwarzenegger
GBR e EUA, 1984. Ficção-Científica. 105 min. 14 anos.
O filme está disponível no Telecine Play.

Às 22h – Duro de Matar (Die Hard)
Direção: John McTiernan
Elenco: Bonnie Bedelia, Bruce Willis e Alan Rickman
EUA, 1988. Ação. 132 min. 14 anos.
O filme está disponível no Telecine Play.

À 0h25 – A Bruxa de Blair (The Blair Witch Project)
Direção: Daniel Myrick e Eduardo Sánchez
Elenco: Heather Donahue, Joshua Leonard e Michael C. Williams
EUA, 1999. Terror/Horror. 81 min. 12 anos.
O filme está disponível no Telecine Play.

 

Seja depois de um acidente ou de uma catástrofe natural, permanecer vivo é o maior desafio de todos os personagens do “Especial Sobreviventes”, que o Megapix exibe na segunda-feira, dia 22 de janeiro, a partir das 17:00.

A sessão começa com O Impossível, filme baseado na história real de uma família de turistas ingleses durante o Tsunami que atingiu a Ásia em 2004. Em meio à destruição causada pela onda gigante, uma mãe (Naomi Watts) e o filho adolescente (Tom Holland) tentam reencontrar o marido (Ewan McGregor) e os outros dois filhos pequenos.

Na sequência, vai ao ar o superpremiado Titanic. A bordo do famoso transatlântico, Rose DeWitt (Kate Winslet) – que está noiva de um milionário e infeliz com a vida que leva – conhece Jack Dawson (Leonardo DiCaprio), um pobre artista aventureiro. Os dois se apaixonam, mas são surpreendidos com o destino trágico do navio.

Às 22:30 tem Eden: Lutar ou Morrer. Depois de um acidente de avião, uma equipe de futebol dos EUA fica presa em uma ilha deserta. A ideia remota de um resgate, a água potável limitada e a pouca comida os obrigam a fazer escolhas difíceis.

Náufrago encerra o especial. Chuck Noland (Tom Hanks) sofre um acidente de avião em uma viagem a trabalho. Ele é o único sobrevivente e vai parar em uma ilha deserta.

Serviço:

O Impossível
The Impossible
Direção: Juan Bayona.
Elenco: Naomi Watts, Tom Holland e Ewan McGregor.
ESP, 2012. Drama. 105 min. 12 anos.
Às 17h

Titanic
Titanic
Direção: James Cameron.
Elenco: Leonardo Dicaprio, Kate Winslet e Billy Zane.
EUA, 1997. Drama. 191 min. 14 anos.

Às 19h05

Eden: Lutar ou Morrer
Eden
Direção: Shyam Madiraju.
Elenco: Nate Parker, Jessica Lowndes e Ethan Peck.
ESP, MAS, EUA, 2014. Drama. 96 min. 16 anos.

Às 22h30

Náufrago
Cast Away
Direção: Robert Zemeckis.
Elenco: Tom Hanks, Helen Hunt e Paul Sanchez.
EUA, 2000. Drama. 140 min. 12 anos.

À 00h25

Neste domingo, dia 21 de janeiro, o melhor programa vai ser reunir a família para assistir no Telecine Fun a algumas das mais clássicas animações da história do cinema, exibidas em ordem cronológica de lançamento. A maratona começa às 15h20 e conta com A Dama e o Vagabundo (1965), A Bela e a Fera (1991), O Rei Leão (1994) e Anastasia (1997). Esses e outros sucessos também já estão disponíveis no Telecine Play e podem ser assistidos a qualquer hora.

A Dama e o Vagabundo – que há 62 anos é um dos clássicos mais queridos da Disney – abre a programação. Na história, inspirada no conto de Ward Greene, a cadelinha Lady é muito paparicada pelos donos. Mas se sente excluída quando a família passa a esperar um bebê. Tudo piora quando o casal viaja e deixa Lady e o recém-nascido com Tia Sarah (Verna Felton). Além de não gostar de Lady, ela tem duas gatas malvadas que causam muitas confusões. A cachorrinha não vê outra saída a não ser fugir e, nas ruas, acaba se apaixonando pelo adorável Vagabundo, um vira-lata que sempre lutou para sobreviver.

Às 16h45, o Telecine Fun exibe A Bela e a Fera, primeira animação a ser indicada ao Oscar de Melhor Filme. Não ganhou a estatueta nessa categoria, mas foi premiada com a conhecidíssima Trilha Sonora Original e Canção Original – Beauty and the Beast. No conto de fadas, Bela vive em um pequeno vilarejo na França com seu pai, Maurice. Quando ele é atacado por lobos na floresta, sai correndo e acaba chegando a um misterioso castelo. Ele rouba uma rosa do jardim para dar de presente à filha, provocando a ira da Fera, que o captura. Bela vai até lá e diz ao monstro que está disposta a tornar-se sua prisioneira em troca da liberdade de seu velho pai. Com o passar do tempo, ela descobre que a Fera não é tão assustadora quanto parece.

O especial segue com O Rei Leão e Anastasia. O primeiro, que vai ao ar às 18h25, estreou em 1994 e conquistou o público do mundo inteiro com a história do rei Mufasa, da rainha Sarabi e de Simba, o recém-nascido herdeiro do trono. Mas, para ser coroado, o pequeno terá que enfrentar armações de seu tio, o maquiavélico Scar, que está de olho no legado. Embalada por músicas que viraram hits, a produção levou duas estatuetas no Oscar: Trilha Sonora e Canção Original – Can You Feel the Love Tonight. Já no Globo de Ouro, foram três prêmios: Filme – Comédia/Musical, Trilha Sonora e Canção Original – Can You Feel the Love Tonight.

Anastasia, de 1997, arrebatou os fãs de animação com a princesa dublada por Meg Ryan. O filme encerra a sessão às 20h10, com a história da jovem que cresceu num orfanato, sem lembranças de seu passado, e tem a chance de reencontrar sua família com a ajuda dos trambiqueiros Dimitri e Vladmir. A dupla está de olho na recompensa oferecida pela grã-duquesa a quem encontrar sua neta desaparecida desde a Revolução Russa.

SERVIÇO: 

Às 15h20 – A Dama e o Vagabundo (Lady And The Tramp)
Direção: Wilfred Jackson, Clyde Geronimi e Hamilton Luske
Vozes de: Peggy Lee, Barbara Luddy e Larry Roberts
EUA, 1955. Animação. 75 min. Livre.
O filme está disponível no Telecine Play.

Às 16h45 – A Bela e a Fera (Beauty And The Beast (1991))
Direção: Gary Trousdale e Kirk Wise
Vozes de: Robby Benson, Angela Lansbury, Paige O’hara, Jesse Corti, Richard White e Rex Everhart
EUA, 1991. Animação. 82 min. Livre.
O filme está disponível no Telecine Play.

Às 18h25 – O Rei Leão (The Lion King)
Direção: Rob Minkoff e Robert Allers
Vozes de: Nathan Lane, Matthew Broderick, Rowan Atkinson, Jeremy Irons, James Earl Jones e Ernie Sabella
EUA, 1994. Animação. 84 min. Livre.
O filme está disponível no Telecine Play.

Às 20h10 – Anastasia (Anastasia (1997))
Direção: Don Bluth e Gary Goldman
Vozes de: Meg Ryan, Kelsey Grammer, John Cusack e Christopher Lloyd
EUA, 1997. Animação. 90 min. Livre.
O filme está disponível no Telecine Play.

Nos 25 anos da morte de Audrey Hepburn, a premiada atriz belga, merece um dia de honrarias. No próximo sábado, 20 de janeiro, o Telecine Cult faz uma homenagem a atriz. A programação especial reúne sucessos de sua carreira, entre comédias, romances, dramas e western. Ao todo, são sete produções, que vão ao ar, a partir das 9h30, com InfâmiaO Passado Não PerdoaGuerra e Paz (1956), Bonequinha de LuxoA Princesa e o PlebeuSabrina (1954) e Quando Paris Alucina.

A maratona é aberta com Infâmia, que recebeu cinco indicações ao Oscar. Inspirada numa polêmica história real, a produção tem como destaque as amigas Karen (Audrey Hepburn) e Martha (Shirley MacLaine), que administram juntas um internato só para meninas. Depois de ser repreendida na escola por contar mentiras, uma aluna tenta se vingar das professoras e inventa que a dupla tem um romance. O assunto chega aos ouvidos dos responsáveis e o boato se espalha, não só na instituição, como na cidade, arruinando a vida e o trabalho de Martha e Karen.

Na sequência, às 11h35, Audrey interpreta a sonhadora Rachel no faroeste O Passado Não Perdoa. Com grande elenco e direção de John Huston, o longa-metragem entrou para história do gênero. A personagem é uma índia que foi adotada pelos Zachary. A família, muito influente no Texas, é comandada pela matriarca Mattilda (Lillian Gish) e seu filho Ben (Burt Lancaster). Quando a tribo Kiowas – inimiga declarada da família – revela a verdadeira identidade da jovem, Rachel se torna alvo de intolerância racial na cidade, o que dá início a uma guerra.

Guerra e Paz (1956), um dos principais trabalhos da atriz, é destaque às 13h50. Na Moscou do século XIX, com Napoleão ameaçando invadir o país, as famílias da aristocracia russa enfrentam diversos dilemas pessoais. Entre eles, o amor de Natasha (Audrey Hepburn) e Pierre (Henry Fonda). Em seguida, tem mais um clássico que marcou a carreira de Audrey: Bonequinha de Luxo. Sua atuação como a garota de programa Holly Golightly lhe rendeu indicações ao Oscar e ao Globo de Ouro. No romance, a personagem sonha em se casar com um milionário, mas fica dividida ao conhecer o aspirante a escritor Paul (George Peppard).

Às 19h45 tem A Princesa e o Plebeu, que consagrou Audrey em três premiações: Oscar, Globo de Ouro e BAFTA. Ao lado de Gregory Peck e Eddie Albert, a atriz brilhou como a princesa Ann. Já às 22h, a atriz é a estrela de Sabrina (1954). Filha do motorista de uma poderosa família, ela passa dois anos em Paris e, quando volta, é disputada pelos irmãos David (William Holden) e Linus (Humphrey Bogart).

Quando Paris Alucina encerra o especial às 23h59. Com direção de Richard Quine, a comédia reúne nomes como Audrey Hepburn, William Holden e Noel Coward, e conta com a participação especial de Frank Sinatra. O roteirista bon vivant Richard Benson (William Holden) é contratado pelo produtor de Hollywood Alexander Meyerheim (Noel Coward) para escrever um filme. O problema é que o tempo que ele deveria dedicar ao texto é ocupado por diversão e bebedeiras. A dois dias de entregar o projeto e sem nenhum material concreto, Richard contrata uma secretária para auxiliá-lo. É quando Hepburn entra em cena como Gabrielle.

SERVIÇO:

Às 9h30 – Infâmia (The Children’s Hour)
Direção: William Wyler
Elenco: James Garner, Audrey Hepburn e Shirley Maclaine
EUA, 1961. Drama. 108 min. 12 anos.
O filme está disponível no Telecine Play.

Às 11h35 – O Passado Não Perdoa (The Unforgiven)
Direção: John Huston
Elenco: Audie Murphy, Burt Lancaster e Audrey Hepburn
EUA, 1960. Western. 121 min. 14 anos.
O filme está disponível no Telecine Play.

Às 13h50 – Guerra e Paz (1956) (War And Peace (1956))
Direção: King Vidor
Elenco: Henry Fonda, Audrey Hepburn e Mel Ferrer
ITA e EUA, 1956. Drama. 208 min. Livre.
O filme está disponível no Telecine Play.

Às 17h35 – Bonequinha de Luxo (Breakfast At Tiffany’s)
Direção: Blake Edwards
Elenco: George Peppard, Audrey Hepburn e Patricia Neal
EUA, 1961. Romance. 114 min. Livre.
O filme está disponível no Telecine Play.

Às 19h45 – A Princesa e o Plebeu (Roman Holiday)
Direção: William Wyler
Elenco: Gregory Peck, Audrey Hepburn e Eddie Albert
EUA, 1953. Comédia. 117 min. Livre.

Às 22h – Sabrina (1954) (Sabrina (1954))
Direção: Billy Wilder
Elenco: William Holden, Humphrey Bogart e Audrey Hepburn
EUA, 1954. Romance. 113 min. Livre.
O filme está disponível no Telecine Play.

Às 23h59 – Quando Paris Alucina ((Paris – When It Sizzles))
Direção: Richard Quine
Elenco: William Holden, Audrey Hepburn e Grégoire Aslan
EUA, 1964. Comédia. 110 min. Livre.
O filme está disponível no Telecine Play.

 

 

 

"O cinema é um modo divino de contar a vida"
Federico Fellini

© 2018 Cinerama Clube.

Todos os direitos reservados.

[email protected]

Developed By: Vedrak Devs