Tag: Lançamento

Novidade da Panini Comics estará disponível a partir do dia 1º de junho. (📷 Reprodução / Panini Comics)

Os fãs de mangás poderão conferir novo título lançado pela editora Panini, líder mundial no setor de colecionáveis, cards e publicações, pelo selo Planet Manga: trata-se de One Piece Green. A partir de 1º de junho, o quarto guia da série One Piece estará disponível em bancas de jornal, livrarias, comic shops de todo País e no e-commerce loja.panini.com.br.

A novidade relembra mais de 60 volumes de aventuras e mistérios separados por diversos episódios, sob a supervisão direta de Eiichiro Oda. Além disso, o Secret log apresenta ao público preciosos rascunhos que enriquecerão ainda mais a experiência dos leitores com a série. Com informações sobre personagens, histórias, desenhos, entre outras curiosidades, One Piece Green traz uma carta escrita pelo autor no aniversário de oito anos do anime.

Ficha técnica:

Tamanho: 13,7 x 20 cm

Preço: R$ 18,90

Páginas: 388

Acabamento: capa fosca com hotstamping prateado, páginas preto e branco em jornal e coloridas em couché 90; pôster fixo colorido em couché incluso

Distribuição: bancas de jornal, livrarias, comic shops e loja on-line da Panini

Periodicidade: volume único

Lançamento: 01/06/2018

Exatamente na data que o mundo todo celebrou o May the 4th – trocadilho com May The Force Be With You (Que a Força Esteja Com Você), que deu ao 4 de maio o status de dia mundial de Star Wars –, a rede UCI abre a pré-venda para a primeira semana de exibição de Han Solo: Uma História Star Wars, sobre as aventuras do emblemático mercenário vivido por Alden Ehrenreich e seu fiel escudeiro Chewbacca, do ator Joonas Suotamo.


 A história se passa antes dos eventos retratados em Star Wars: Uma Nova Esperança, inclusive com Lando Calrissian, interpretado por Donald Glover
Para quem quiser experiências de imersão incomparáveis, a dica é assistir ao filme nas salas UCI IMAX, UCI XPLUS ou UCI 4DX. Haverá sessões especiais para fãs na véspera do lançamento, na madrugada de quarta-feira, 23/05, para quinta-feira, 24/05, com sorteio de brindes e ingressos para os cosplayers da saga.

Han Solo: Uma História Star Wars também será o destaque da semana do programa de relacionamento da rede na semana da estreia, o UCI UNIQUE, e os associados podem comprar as entradas com preços especiais para a semana de estreia.

Na IMAX (no Rio de Janeiro, São Paulo, Ribeirão Preto, Recife e Fortaleza), as telas são quatro vezes maiores do que as de projeção digital comum, geram imagens com muito mais brilho, nitidez e profundidade e têm áudios superpotentes alinhados a laser, que são distribuídos por todo o ambiente através de 24 canais com 18.000 whatts de potência. A tecnologia dos alto-falantes permite identificar a localização específica de cada ruído, possibilitando sensações indescritíveis.

As salas XPLUS (Salvador, Manaus, Curitiba, Fortaleza, São Luís, Canoas, Rio de Janeiro e São Paulo), têm outro diferencial. Além das telas gigantes, com exibição em 3D, a tecnologia Dolby Atmos utiliza canais de áudio com até 128 deslocamentos simultâneos de objetos sonoros, proporcionando uma riqueza de detalhes e profundidade impressionantes, que criam a ilusão de um campo de som infinito ao redor do espectador. As caixas acústicas ficam localizadas inclusive no teto, para preencher a sala com o retrato sonoro mais preciso do filme, exatamente da maneira como o diretor o imaginou.

No Rio de Janeiro (UCI New York City Center) e no Recife (UCI Kinoplex shopping Tacaruna) a rede conta com as únicas salas XPLUS Laser do país, que torna ainda mais surpreendente a qualidade das imagens. A diferença de se assistir a um filme projetado a laser é enorme, com cores mais vibrantes, contraste mais profundo e brilho muito mais intenso. A tecnologia inovadora oferece a melhor qualidade de imagem e desempenho de cores disponíveis atualmente.

As salas 4DX (Rio de Janeiro e São Paulo) têm cadeiras que vibram e se movimentam, além de 20 efeitos especiais. Durante as exibições, dependendo das cenas, o espectador é impactado por diversas sensações e aromas. No UCI NYCC, no Rio, o público poderá perceber chuva, vendaval, neblina, trovão, bolhas d´água, luzes e tempestade (rainstorm), que combina ventos fortes com gotas de chuva e cria redemoinhos de água em cima do público. Mas, quem preferir sair seco da sessão, poderá desligar o botão “water”. Já no UCI Anália Franco, a sala especial conta ainda com o exclusivo efeito neve – o único no país.

Ingressos para as exibições nos cinemas da rede podem ser adquiridos na internet, em aplicativos de celular e nas máquinas de autoatendimento disponíveis no hall dos complexos. Mais informações em ucicinemas.com.br


Novidade que revoluciona a experiência cinematográfica chega ao UCI Anália Franco. (📷 UCI Cinemas / Divulgação)

Em abril, a rede UCI reforça sua missão de oferecer ao público a melhor experiência em cinema e o que há de mais inovador no mundo, no mercado audiovisual.  Em São Paulo, no UCI Anália Franco vai impressionar mais uma vez com a primeira sala 4DX do país com efeito neve, que literalmente faz cair flocos de gelo no público. Com 112 lugares, as cadeiras se movimentam em diferentes direções e os efeitos especiais conectam o espectador através dos sentidos.

O público já poderá conferir a novidade no dia 26 de abril com a estreia de Vingadores: Guerra Infinita – o aguardado lançamento da Marvel. Na sequencia, Deadpool 2 também da Marvel e Han Solo – Uma História Star Wars, da Lucasfilm, também estão programados para a sala especial.

O investimento da UCI para o novo espaço foi de R$ 3,5 milhões e o sucesso é garantido, já que a 4DX inaugurada no ano passado no UCI New York City Center, no Rio de Janeiro, tem a maior ocupação média do país.

De acordo com o roteiro do longa-metragem a que está assistindo, o espectador é surpreendido por vibrações, vendavais, neblina, bolhas d´água, luzes e aromas. Em São Paulo, além do efeito tempestade, combina ventos fortes com gotas de chuva e cria redemoinhos de água em cima, a experiência será ainda mais indescritível com o efeito neve, que faz cair flocos de gelo no público.

A 4DX é uma parceria da rede UCI com a CJ 4DPLEX, empresa líder no segmento de cinema 4D, com sede em Seul e escritórios em Los Angeles e Pequim. A companhia criou a 4DX, tecnologia líder e pioneira em 4D para cinema em filmes de longa-metragem. “A 4DX já é um sucesso no Rio e esperamos que o público de São Paulo se surpreenda e se divirta demais com todas as sensações que a tecnologia proporciona, principalmente o inédito efeito neve”, diz Monica Portella, diretora de marketing da UCI.

SERVIÇO 4DX:
Sala 9 – UCI Anália Franco (Av. Reg. Feijó, 1739 – Tatuapé, São Paulo)
Valor dos ingressos: R$ 22 a R$ 66 (inteira)
Mais informações:www.ucicinemas.com.br

Arnold Schwarzenegger é indestrutível em filme de 2015. (📷 Melinda Sue Gordon / Paramount Pictures)

Arnold Schwazernegger e Emilia Clarke chegam em home entertainment com o filme O Exterminador do Futuro: Gênesis em uma versão especial em Steelbook no próximo dia 18 de Abril, recheado de bônus especiais!

Em O Exterminador do Futuro: Gênesis, a resistência humana contra as máquinas é comandada por John Connor (Jason Clarke). Ao saber que a Skynet enviou um exterminador ao passado com o objetivo de matar sua mãe, Sarah Connor (Emilia Clarke), antes de seu nascimento, John envia o sargento Kyle Reese (Jai Courtney) de volta ao ano de 1984, na intenção de garantir a segurança dela. Entretanto, ao chegar Reese é surpreendido pelo fato de que Sarah tem como protetor outro exterminador T-800 (Arnold Schwarzenegger), enviado para protegê-la quando ainda era criança.

O Exterminador do Futuro: Gênesis é o quinto filme da série. Schwarzenegger retorna no papel principal de O Exterminador. No elenco há ainda Emilia Clarke, Jason Clarke, Jai Courtney, Dayo Okeniyi, Byung-hun Lee, Matt Smith e J.K. Simmons.

 📷 Paramount Pictures

Blu-ray Simples (Steelbook)
Gênero:
Ação
Duração:
126 minutos
Formato de Tela:
Widescreen 2.40:1
Áudio:
Inglês (Dolby Atmos), Espanhol (DD 5.1), Português (DD 5.1)
Legenda:
Inglês e Inglês (SDH), Espanhol, Português
Classificação Indicativa:
12 anos
Data de Lançamento:
18 de Abril de 2018
Preço Sugerido:
R$ 79,90
Extras:
Dinâmica Familiar; Infiltração e Exterminação; Atualizações – Efeitos de O Exterminador Do Futuro Gênesis

A maior bilheteria dos cinemas no Brasil em 2017 e o maior encontro de heróis de todos os tempos chegou às plataformas digitais! Liga da Justiça já está disponível para aluguel e compra digital.

O consumidor terá a oportunidade de vivenciar essa aventura épica no gadget favorito (TV, computador, tablet ou celular). Também não pode deixar de conferir a versão em 4K Ultra HD (disponível apenas no iTunes).

Batman, Mulher-Maravilha, Superman, Flash, Ciborgue, e Aquaman esperam você para juntos derrotar o vilão Lobo da Estepe.

E não perca os extras exclusivos que vão estar disponíveis nas versões de Compra Digital
(EST), Steelbook, Blu-Ray 3D e Blu-Ray. O Retorno do Superman – cenas bônus não exibidas nos cinemas – também estará disponível para essas versões!

Disponibilidade: 
Aluguel DIGITAL: NOW, VIVO Play, Oi Play, iTunes, Looke e SmartVOD;
Compra DIGITAL: iTunes, Google Play, Microsoft Store, Playstation Store, Looke e
SmartVOD;
 Edição Limitada em Steelbook (Blu-ray + Blu-ray 3D), Blu-Ray 3D, Blu-Ray e DVD a
partir de 13/03: Lojas Americanas, Saraiva, Livraria Cultura, FNAC, entre outros.

#LigaDaJustiça #DeuLIGA @WarnerHomeBr

Chris Hemsworth (muito conhecido pelo personagem Thor) dá vida ao Capitão Mitch Nelson, líder da primeira operação americana no Afeganistão após os ataques do 11 de Setembro.

(📷 Diamond Films / Divulgação)

Ted Tally e Peter Craig adaptaram o livro Horse Soldiers de Doug Stanton (no Brasil o livro recebe o mesmo nome do filme), Nicolai Fulgsig foi o responsável pela direção.

O cast ainda conta com nomes fortes como Michael Shannon (A Forma da Água, Animais Noturnos), Michael Peña (American Hustle, Crash), e Trevante Rhodes (Moonlight, Westworld).

(📷 Diamond Films / Divulgação)

A história

12 soldados voluntários são enviados para o Afeganistão com a missão de se aliarem à um antigo rival do Talibã e auxiliarem os ataques aéreos americanos. Na prática, os 12 soldados devem fazer um reconhecimento de campo e enviar informações sobre os locais que devem ser bombardeados na primeira missão americana após o 11 de Setembro.

Navid Negahban interpreta o General Dostum, líder de um grupo paramilitar afegão, Dostum se alia aos americanos com o objetivo de eliminar o grupo extremista Talibã da cidade de Mazar-e Sharif, na época, fortaleza das forças Talibãs.

(📷 Diamond Films / Divulgação)

Existem complicações e meandros na política do Oriente Médio que seriam impossíveis de cobrir agora. O filme simplifica alguns conceitos e diz apenas que Dostum faz parte de um trio de entidades que ficou conhecida como A Aliança do Norte, esse grupo tinha por objetivo comandar o país e por fim às guerras civis.

O filme relata um recorte específico dos combates, quando os americanos, com a ajuda do exército de Dostum, dominaram cerca de 5 cidades e retomaram o controle de Mazar-e Sharif, enfraquecendo de maneira crítica o grupo extremista Talibã.

Navid Negahban e Chris Hemsworth (📷 Diamond Films / Divulgação)

Vamos falar de Cinema

Nicolai Fulgsig dirigiu um filme patriota. Com personagens bem demarcados e cenas características do gênero, o filme traz pouca novidade ao quesito filmes de guerra. As cenas de combate, os diálogos e as interpretações, todas elas estão dentro do esperado para um filme do gênero vingança contra o inimigo.

Os antagonistas têm pouco espaço no filme, o líder Talibã aparece em poucas cenas como um personagem ativo e o filme jamais toca nas motivações deste. O enredo está muito mais centrado na tensão entre o Capitão Mitch Nelson (líder da operação americana) e o General Dostum, afegão responsável pela Aliança do Norte.

(📷 Diamond Films / Divulgação)

As cenas de combate são feitas seguindo bem a cartilha, não existe nada que seja prejudicial, os fãs do gênero sairão do cinema recompensados. Talvez esse não seja um filme para todos os gostos (e qual o é?), mas aqueles que curtem cenas de ação e personagens patriotas, encontrarão doses generosas nesse filme.

Em 12 Heróis a construção dos personagens secundários é feita sem um arco aparente, com exceção do Capitão Mich, todos os outros personagens saem do filme quase como entraram. Isso não é particularmente ruim, o diretor se preocupou mais em fazer com que o público se importe com a vida desses personagens do que criar um arco narrativo para cada um deles.

(📷 Diamond Films / Divulgação)

A grande força do filme reside em fazer você desejar que os 12 soldados enviados para o combate sobrevivam, esse é o pilar de apoio onde se sustenta o interesse do público. Todas as questões políticas ficam em segundo plano. O filme está preocupado em demonstrar como os 12 soldados estão em um ambiente hostil e sobre as dificuldades que eles terão que superar para voltarem vivos para os Estados Unidos da América.

A introdução do filme é uma montagem utilizando cenas reais, o que aumenta a imersão do público no sentimento desejado pelos produtores.

Com distribuição Diamond, 12 Heróis é para todos aqueles que gostam de filmes de guerra. O filme apresenta um cardápio completo no gênero, com heroísmo, frases de efeito e cenas de batalha eletrizantes. Se você gosta de filmes de ação, esse é o seu filme.

Sobre o filme

Medo Profundo, com lançamento pela PlayArte, escrito por Johannes Roberts e Ernest Rivera, fala de duas irmãs que estão de férias no México e curtindo todas as mordomias que um bom comercial de turismo poderia apresentar. Baladas, bares, piscinas, drinks. Lisa (Mandy Moore) é a mais centrada e Kate (Claire Holt) é a aventureira. Quando Kate descobre que o relacionamento de Lisa foi para o espaço, ela resolve convencer a irmã a se jogar de cabeça nas aventuras que as férias proporcionam.

Conhecendo dois moradores locais, (Yani Gellman como Javier e Santiago Segura como Benjamin), as garotas são instigadas a praticar um mergulho com tubarões – sabe aqueles dentro de uma gaiola, em alto mar? Desses – Lisa, relutante, procura motivos para não ir. Kate, a destemida, usa todas as artimanhas para fazer com que a irmã entre na gaiola e mergulhe com os peixinhos carnívoros enormes.

Mandy Moore; Claire Holt; Yani Gellman e Santiago Segura(📷 PlayArte Pictures / Divulgação)

E lógico – como você pode descobrir pelo trailer – a brincadeira deu errado e elas vão parar no fundo do mar (para ser mais exato, ficam à 47 metros da superfície, daí o nome em inglês).

O filme é apresentado como suspense, mas, em muitas cenas ele flerta com terror visual bem aparente. Sabe quando o diretor resolve fazer a criatura caçar a mocinha? Pois bem, isso também acontece aqui.

Sobre o diretor

Johannes Roberts é reconhecido por diversos filmes. Antes de Medo Profundo, ele escreveu e dirigiu “Do Outro Lado da Porta”, um suspense sobrenatural, produzido pela Fox International.

Ele ainda é o roteirista do filme F, aclamado pela crítica, lançado nos cinemas do Reino Unido no verão de 2010. Também dirigiu o filme televisivo Roadkill (produzido pela NBC). Pela Universal Pictures, Johannes dirigiu Storage 24, estrelado por Noel Clarke (vencedor do prêmio Bafta), lançado no Brasil em 2012. Em Medo Profundo, o diretor procurou expandir as suas habilidades e testar novas maneiras de impressionar o público. Funcionou?!

Mandy Moore; Claire Holt; Yani Gellman; Matthew Modine e Santiago Segura(📷 PlayArte Pictures / Divulgação)

A narrativa

A estrutura narrativa do filme é dinâmica e ele não fica engessado em apenas um problema. Eu contei cerca de 20 minutos até o fim do primeiro ato – quando a gaiola cai na água – sendo assim, é possível dizer que, apesar de algumas falhas, o filme não é monótono.

As personagens funcionam. Não existe uma interpretação memorável em nenhuma das atrizes, mas, as duas personagens principais (em cena por mais de 90% do filme) seguraram bem a barra.

A tensão pode funcionar. Apesar de possuir alguns jumpscares telegrafados, o filme trabalha bem o sistema de “deixa/conclusão”. Um personagem diz algo em uma cena e depois, na cena seguinte, o resultado aparece.

A trilha sonora feita pela equipe Tomandandy é… bom é uma trilha sonora de um filme de suspense com um tubarão como antagonista. Ou seja, ela faz pausas repentinas. Abre respiros. Torna algumas cenas extremamente barulhentas e confusas para depois terminar tudo em um momento súbito de silêncio. Não é fantástica, mas não compromete o filme.

É bom dizer que o diretor não apelou para a sexualidade das atrizes. Apesar dele possuir duas mulheres em trajes de mergulho, o diretor não vendeu o filme usando o corpo delas. Toda a sexualidade que está presente nas cenas é orgânica e natural da atividade que elas estão praticando.

Os personagens secundários são apagados ou francamente irrelevantes. Com exceção do capitão Taylor (Matthew Modine), a voz dele representa a redenção das personagens e o fim do sofrimento.

Eu gosto especialmente da escalada de acontecimentos negativos. Mais de uma vez você se pega pensando – ah!, ok, vai terminar assim, é, bom, pois é – e do nada – UAU, OUTRA COISA DANDO MUITO ERRADO, CARACA, ELAS VÃO MORRER MESMO DESSA VEZ.

Com elementos de Gravidade (2013) e algumas boas sacadas. Medo Profundo (47 Meters Down) é um filme que pode funcionar para a grande maioria do público. Não será um filme imortal, contudo, é um filme que pode se encaixar no gosto de diversas pessoas.

Com lançamento pela PlayArte, Medro Profundo tem data de estreia marcada para 8 de março aqui no Brasil. Depois diga o que você achou do filme.

Abaixo você pode conferir o trailer:

Adicionais:

A PlayArte preparou a cabine de Imprensa no Aquário de São Paulo. Para você que é da cidade, o Aquário é responsável pela preservação de diversas espécies marinhas e terrestres. Visitar o Aquário de São Paulo será uma experiência muito diferente da de visitar um zoológico. Bem estruturado e com monitores dispostos a tirar todas as suas dúvidas, o local é uma atração muito interessante. Visitamos lá e eu pude conhecer e conversar sobre os tubarões, ursos polares, pinguins – tem até uns camaradinhas bem simpáticos, que você conhece do desenho O Rei Leão – os suricatos. Essa dica é grátis e nós do Cinerama não estamos fazendo nenhuma propaganda paga para o local. Só estou acrescentando esse adento, pois acredito e me encantei pelo projeto.

Então, vá assistir ao filme, depois separe um final de semana para conhecer o Aquário de São Paulo.

Trama envolvente que entrelaça as relações familiares desde a Segunda Guerra Mundial até o ano de 2006, o romance policial ficcional Käelle, Amsterdã ameaçada (ID Cultural), será lançado por José Paulo Crim, dia 07 de março, na Livraria Argumento do Leblon. Para a produção de seu terceiro livro, o autor baseou-se em pesquisa minuciosa utilizando o Google como instrumento.

Na obra com mais de 500 páginas, Crim conta a história da jovem Anne Käelle Koelmann,  nascida em Amsterdã. Criança briguenta e inquieta, ela se transforma quando participa da aula de defesa pessoal promovida por um monge budista em sua escola pública. Era a única menina do grupo e chamou a atenção do professor por sua velocidade de movimentação primorosa.

Quatro anos depois o monge decide levá-la a Tóquio e investir na formação daquela que já era uma obra-prima das artes marciais. Seu amigo Max influiu muito para que os pais de Käelle aceitassem a estranha carreira da menina. Vinte anos mais tarde, de volta à Amsterdã, a Fraternidade Nazista, uma irmandade espúria se propagava pela Europa. Diante disso, Käelle se viu na obrigação de afrontá-la e contou com a ajuda de agentes da Polícia de Amsterdã e com o amor de Max, seu antigo afeto de menina.

Utilizo uma linguagem bastante coloquial. É um livro preparado para virar filme. O detalhamento dos personagens e dos locais por onde a história acontece é algo que permite levar o enredo à cinematografia”, afirma o autor. A obra também será lançada em inglês por e-book e será vendida pela Amazon.

Confira a capa do livro:

Serviço – Käelle, Amsterdã Ameaçada por uma Fraternidade Nazista

Coordenação editorial: André Carrano
Autor: José Paulo Crim
Projeto gráfico: Violaine Cadinot
Foto de capa: Serg Zastavkin
Revisão de texto: Bruno Fiuza
Consultoria de conteúdo: Aníbal Lourenço S. Filho,
Ivan Wrigg Moraes, José Carlos R. Moreira,
Klaas Meijer, Robert S. Gorian.
Produção: Marcela Stallone
Realização: ID Cultural
Tamanho: 15,70 x 23 cm
Páginas: 548
ISBN 978-85-68639-18-4
Preço: 49,00

Lançamento:
Data: 07 de março
Horário: 19h
Local: Livraria Argumento – Rua Dias Ferreira, 417, Leblon. Tel: 2239-5294

"O cinema é um modo divino de contar a vida"
Federico Fellini

© 2018 Cinerama Clube.

Todos os direitos reservados.

[email protected]

Developed By: Vedrak Devs