Tag: Brian De Palma

Brian De Palma, detestado por muitos que alegam que o diretor valoriza estilo sobre substancia, amado por outros, mas nunca indiferente a ninguém, o cineasta americano é um dos nomes mais conhecidos da sua geração de diretores, mas há uma grande parte da sua carreira, principalmente a mais recente, que é desconhecida do público em geral.

De Palma estabeleceu-se como um dos realizadores mais populares da sua geração com filmes como o Carrie (1976), um dos filmes de terror de maior culto, Blow Out (1981), um grande filme, e ainda Scarface (1983), na minha opinião a pior desculpa de sempre para fazer um filme. Após isso os seus filmes futuros (pelo menos a grande maioria) não desfrutaria de muito reconhecimento por parta do público. No entanto foi depois disso que De Palma fez aqueles, que a meu ver são os seus 3 melhores filmes:

CARLITO`S WAY (1993)

Um dos melhores filmes da década de 90, Carlito´s Way representa tudo aquilo que De Palma sabe fazer melhor, o filme é uma combinação brilhante de visuais estilísticos, personagens interessantes, uma história cativante e um filme que consegue ser profundo.

Sinopse: Carlito Brigante (Al Pacino), o primeiro lorde das drogas, sai a prisão através de uma técnica legal engendrada pelo seu advogado, e jura levar uma vida digna. Ao aceitar o trabalho de gerente de um clube nocturno, ele reencontra a sua antiga namorada e com a promessa de uma mudança para melhor, eles reatam o romance. Mas o seu sonho é interrompido pelos seus antigos companheiros do crime e até por novos bandidos que cometem homicídios somente para serem reconhecidos e temidos por todos. Contudo, o seu maior inimigo é ele próprio. Apesar das suas boas intenções, a lealdade pouco sensata de Carlito e um código de honra antiquado irá envolve-lo num mundo violento de vida ou morte contra as forças implacáveis que o impedem de sair.

FEMME FATALE (2002)

De Palma aventurou-se num território típico de Alfred Hitchcock, o diretor trabalha e manipula tão bem o suspense, quase só usando imagens que o resultado final é algo de que até o próprio Hitchcock ficaria muito orgulhoso. Femme Fatale é um dos raros filmes que consegue verdadeiramente deixar-te a tentar adivinhar o que se vai passar aseguir, um filme sexy, elegante, por vezes lento, preocupando-se sempre por seduzir o espetador para o que se esta a passar, sem no entanto ser burro ou simples.

Sinopse: Laura Ash é uma linda mulher que é também mestre na arte da manipulação. Após ter um papel crucial em um assalto de joias, ela repentinamente decide deixar para trás sua carreira criminosa. Reinventando a si mesmo como a respeitável esposa do embaixador norte-americano na França, Laura quer agora fugir dos holofotes e atrair a menor atenção possível. Porém, um repórter paparazzi, Nicolas Bardo, fica atraído por sua beleza e decide segui-la. Subitamente exposta pelas lentes de Nicolas, Laura passa a ser vulnerável aos ataques de seus inimigos e decide usar seus talentos e o instinto voyeurístico de Nicolas para criar uma nova identidade para si e escapar novamente.

REDACTED (2008)

Nos tempos modernos temos sido presenteados com vários filmes de guerra, alguns como o caso de Hurt Locker, genuinamente brilhantes, e outros como Hacksaw Ridge que são tudo aquilo que um filme de guerra não deve ser. Contudo talvez nenhum filme de guerra contemporâneo seja mais importante que Redacted. O filme da um toque de ficção a atos chocantes (mas verdadeiros) cometidos por soldados americanos durante a guerra do Iraque.

Redacted é gravado e apresentado de uma forma original, nós vemos as imagens gravadas por um dos soldados, uma decisão muito inteligente, após ver o filme é impossível imagina-lo de outra maneira, o formato faz pensar que estamos realmente a ver imagens reais. Uma crítica a presença norte americana no Iraque e a como a guerra pode mudar a natureza dos homens que nela participam, e torna-los em autênticos monstros.

Sinopse: Os soldados da companhia Alfa estão a guardar uma posição, e tem ordem para disparar quase avistem um carro, quando eventualmente passa um carro a equipa abre fogo, e matam uma mulher gravida que seguia dentro do carro, Rush e Flake encontram dentro do carro uma família do qual faz parte uma rapariga de 14 anos, que os dois num ato de vingança brutalmente violam e matam, ameaçando depois os outros soldados de que se estes dizerem alguma coisa sobre o que se passou também eles morreram.

 

"O cinema é um modo divino de contar a vida"
Federico Fellini

© 2018 Cinerama Clube.

Todos os direitos reservados.

[email protected]

Developed By: Vedrak Devs