Tag: Anime

Novidade da Panini Comics estará disponível a partir do dia 1º de junho. (📷 Reprodução / Panini Comics)

Os fãs de mangás poderão conferir novo título lançado pela editora Panini, líder mundial no setor de colecionáveis, cards e publicações, pelo selo Planet Manga: trata-se de One Piece Green. A partir de 1º de junho, o quarto guia da série One Piece estará disponível em bancas de jornal, livrarias, comic shops de todo País e no e-commerce loja.panini.com.br.

A novidade relembra mais de 60 volumes de aventuras e mistérios separados por diversos episódios, sob a supervisão direta de Eiichiro Oda. Além disso, o Secret log apresenta ao público preciosos rascunhos que enriquecerão ainda mais a experiência dos leitores com a série. Com informações sobre personagens, histórias, desenhos, entre outras curiosidades, One Piece Green traz uma carta escrita pelo autor no aniversário de oito anos do anime.

Ficha técnica:

Tamanho: 13,7 x 20 cm

Preço: R$ 18,90

Páginas: 388

Acabamento: capa fosca com hotstamping prateado, páginas preto e branco em jornal e coloridas em couché 90; pôster fixo colorido em couché incluso

Distribuição: bancas de jornal, livrarias, comic shops e loja on-line da Panini

Periodicidade: volume único

Lançamento: 01/06/2018

Está chegando, nos dias 6 até 9 de Julho a cidade de São Paulo irá receber o Anime Friends, um dos maiores eventos de Anime do país e o Cinerama estará lá pela primeira vez para cobrir todos os shows, apresentações, entrevistas e trazer muitas fotos dos cosplays e das atrações.

Serão 4 dias no Pavilhão do Anhembi (Norte/Sul) o maior espaço já reservado para o evento. 57 mil metros quadrados dedicados a todos os samurais, gueixas, Saiyajins, mutantes e o que mais a imaginação mandar.

Se você acha que o Anime Friends é dedicado exclusivamente à cultura japonesa, está muito enganado. Jedis, X-Men, Mulher maravilha e até as Meninas Super Poderosas costumam circular por ele. É uma grande mistura de cultura pop, quadrinhos, mangá, filmes e series, games, a lista é imensa…

Serão 3 palcos, onde acontecerão batalhas épicas entre dubladores, apresentações, shows, concursos… enfim. Dias cheios, em que o principal será fôlego para nossa equipe acompanhar tudo.

Entre as atrações deste ano estão:

Blanc7

Além da apresentação no palco principal, os meninos também estarão interagindo com os fãs direto do evento e postando tudo em suas redes sociais. Com shows confirmados para os 4 dias, vale a pena conferir.

 

 

DEADLIFT LOLITA

Essa é indescritível, formada por Ladybear,  Idle da cultura japonesa, ex-dublê, vocalista de metal e lutador de wrestler. Com ele está Reika Saiki, bodybuilder e também lutadora de wrestler, juntos eles tocam um estilo chamado Kawaiicore. O som é impressionante e o talento dos integrantes é inegável. O DEADLIFT LOLITA promete ser um show de muita energia. Esteja pronto para sair pingando suor.

 

 

ORESKABAND

As garotas do ORESKABAND também estarão no palco principal, suas músicas misturam diversos estilos e possuem um ritmo muito bom, para quem quiser dançar e curtir um som mais solto, esse será o show.

 

Só isso? Nunca, existe ainda tantas outras atrações, nós vamos falar sobre cada uma delas em separado e dar mais informações sobre o evento, esteja atento.

Agora, se cabe uma última dica, CORRA, MAS ASSIM, COMEÇA A CORRER AGORA, por que os ingressos já estão no 4º lote, ou seja, daqui a pouco não vai ter mais.

(na verdade não precisa correr, você meio que pode comprar online, mas, o recado foi dado)

 

 

 

 

 

 

Luzes no Céu será exibido hoje (20 de março) na Anime Night do Cinemark. Obra dirigida por Akiyuki Shinbo e Nobuyuki Takeuchi. Escrita por Shunji Iwai e Hitoshi Ône. Os dubladores principais são Suzu Hirose, Masaki Suda, Mamory Miyano, Takako Matsu. Nomes que não são conhecidos fora do círculo de aficionados por Anime.

📷 Divulgação

Sobre o filme

O filme é uma história de amor que tem como personagem principal Norimichi Shimada, um adolescente que vive em uma pequena cidade japonesa. Focado em mostrar os dissabores adolescentes dos personagens, a trama se prende nas pequenas nuances entre o personagem de Shimada, Azumi (seu melhor amigo) e Nazuna, uma garota que ambos estão apaixonados.

Azumi e Shimada formam uma dupla escolar típica, são uma espécie de líderes do seu grupo de amigos e amarram tudo com as brincadeiras entre si. A relação entre eles e  os amigos não apresenta nada de diferente. Nazuna é a menina reclusa e invisível da sala. Fechada em si mesma, ela é aquela personagem misteriosa capaz de cativar apenas os mais sensíveis entre os alunos.

Envolta em problemas particulares, Nazuna encontra um globo de vidro na praia onde vai para refletir. Esse objeto insere um elemento de fantasia na história, quando arremessado, é capaz de fazer com que o portador vá parar em uma outra versão da própria vida. Certamente, em algum momento da sua vida você se perguntou “e se tal coisa não tivesse acontecido?”, pois bem, a esfera de vidro transporta o personagem para um mundo paralelo, lá ele pode conhecer o que teria ou não acontecido.

Um jovem sensível, um amigo apaixonado pela mesma garota, uma menina com problemas particulares e um elemento de fantasia. Temos tudo necessário para uma boa história, pena que…

📷 Divulgação

O primeiro problema está nas animações. Eu não vou entrar no mérito do investimento ou tentar discutir à respeito da equipe técnica, vou apenas comentar o que eu vi na tela. Algumas animações simplesmente não funcionam. Falta fluidez, falta um cuidado extra com elas. O filme não é sempre assim, mas em diversos momentos você será arrancado da história graças a uma animação sem qualquer senso estético de movimento. É nítida a dificuldade da equipe técnica para tornar algumas cenas mais atraentes, um exemplo aparece logo no inicio do filme, quando os personagens estão andando de bicicleta.

Agora vamos falar sobre as escolhas dos diretores

Se um personagem está calado e contemplativo sobre alguma coisa dramática do filme, coisa essa que é reforçada por um close e pela trilha sonora, então isso funciona, torna aquela cena mais intensa, joga a força da cena lá no alto. Agora, quando esse recurso é repetido uma, duas, cinco vezes, aí realmente fica cansativo.

O diretores não souberam dosar o que era para ser intenso ou não no filme, chega um momento em que a impressão que dá é que era para ser tudo dramático. A repetição de cenas com a mesma intenção narrativa acaba cansando o expectador e tirando a força de todas elas.

Isso sem contar que em alguns momentos as escolhas estéticas dos diretores são de péssimo gosto. Uma cena que mistura elementos 3D e animação convencional quase me tirou da sala.

O roteiro apresenta problemas estruturais básicos. Coincidências que facilitam a narrativa tornam a história toda insossa. Em geral, o filme apresenta boas ideias, mas as soluções escolhidas pelos diretores acabou tirando todo o brilho. O resultado é uma história que não cativa.

A trilha sonora não apresenta problemas. Quem conhece o gênero está habituado com canções bonitas acompanhando cenas singelas e tocantes, e o filme conta com esse elemento e o faz bem, da primeira vez. O maior problema mais uma vez está na insistência em utilizar uma mesma ferramenta até a exaustão.

📷 Divulgação

O filme é repetitivo em todos os aspectos. O último ato é praticamente um looping de uma mensagem apresentada de 4 ou 5 jeitos diferentes. É um ato cansativo. São os diretores falando “hei, olhe para isso que intenso, e isso, e isso, ah! e mais isso, nossa, e isso…” então você começa a bocejar.

Por fim, Luzes no Céu é para convertidos. Se você é um aficionado por animações japonesas e gosta de conhecer vários filmes do gênero, então encontrará qualidades. Agora, se você for um expectador “convencional”, aconselho a deixar passar esse filme e esperar pelas próximas animações, pois, Luzes no Céu não apresenta nada novo ou cativante que vá te agradar na sala de cinema.

📷 Divulgação

Seguindo a programação especial da Anime Night, a Cinemark traz mais uma animação baseada em aclamados mangás. Em março, a rede exibe Luzes no Céu, obra dirigida por Akiyuki Shinbo e Nobuyuki Takeuchi a partir da série de mangás Fireworks, Should We See It from the Side or the Bottom?, de Shunji Iwai. Em 20 de março, o longa será exibido em 25 cidades: Aracajú, Belo Horizonte, Brasília, Campinas, Campo Grande, CuritibaCuiabá, Florianópolis, Goiânia, Manaus, Natal, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Ribeirão Preto, São José dos Campos, Niterói, Salvador, São Paulo, Santos, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, Taguatinga, Uberlândia e Vitória.

Os ingressos podem ser adquiridos no site da Rede (www.cinemark.com.br) ou nas bilheterias dos cinemas participantes. Os valores variam entre R$ 15 e R$ 40. Os clientes que possuem o cartão Cinemark Mania ganham 50% de desconto na compra de um ingresso.

Serviço – Anime Night – Luzes no Céu:
Datas e horários: 20/03 (terça-feira) – 19h30m
Preço: entre R$ 15 e R$ 40
Confira no site da Cinemark os valores em cada complexo.
Complexos participantes:

Aracaju (SE)
Shopping Jardins – Rua Delmiro Gouveia s/nº 400

Belo Horizonte (MG)
Pátio Savassi – Avenida do Contorno, 6061

Brasília (DF)
Pier 21 – S.C.E. Sul, Trecho 2

Campinas (SP)
Iguatemi Campinas – Av. Iguatemi, 777

Campo Grande (MS)
Shopping Campo Grande – Av. Afonso Pena, 4909

Curitiba (PR)
Shopping Mueller – Av. Candido de Abreu, 127

Cuiabá (MT)
Goiabeiras Shopping – Av. José Monteiro de Figueiredo, 500

Florianópolis (SC)
Floripa Shopping – Rodovia Virgilio Várzea, 587

Goiânia (GO)
Flamboyant – Av. Jamel Cecilio, 3300

Manaus (AM)
Studio 5 – Av. Rodrigo Otávio, 555

Natal (RN)
Midway Mall Natal – Av. Bernardo Vieira, 3775

Porto Alegre (RS)
Barra Shopping Sul – Av. Diário de Notícias, 300

Recife (PE)
RioMar – Av. República do Líbano, s/nº

Rio de Janeiro (RJ)
Botafogo Praia Shopping – Praia de Botafogo, 400
Downtown – Av. das Américas,500

Ribeirão Preto (SP)
Novo Shopping – Av. Presidente Kennedy, 1500

São José dos Campos (SP)
Colinas Shopping – Av. São João, 2200

Niterói (RJ)
Plaza Shopping Niterói – Rua XV de Novembro, 8

Salvador (BA)
Salvador Shopping – Av. Tancredo Neves, 2915

São Paulo (SP)
Eldorado – Av. Rebouças, 3970
Metrô Santa Cruz – Rua Domingos de Morais, 2564
Metro Tatuapé – Rua Domingos de Agostin, 91
Pátio Paulista – Rua Treze de Maio, 1947
Market Place – Av. Dr. Chucri Zaidan, 920
Santos (SP)
Praiamar Shopping – Rua Alexandre Martins, 80
São Bernardo do Campo (SP)
Golden Square – Av. Kennedy, 700
São Caetano do Sul (SP)
ParkShopping São Caetano – Alameda Terracota, 545

Taguatinga (DF)
Taguatinga Shopping – QS 01, Rua 210, Lote 4

Uberlândia (MG)
Uberlândia Shopping – Av. Paulo Gracindo, 15

Vitória (ES)
Shopping Vitória –Av. Américo Buaiz, 200

A Netflix anunciou, agora a pouco, os lançamentos das duas novas séries de anime, Godzilla, que já está disponível na plataforma do serviço de streaming A.I.C.O. Incarnation, com lançamento marcado para sexta-feira, 9 de março de 2018.

Desde que foi lançado pela primeira vez em 1954 como longa-metragem, Godzilla tornou-se um colossal ícone cultural, amado por milhões no mundo todo. O lançamento de Shin Godzilla em 2016, com direção de Hideaki Anno, revigorou a franquia com uma representação singular e realista da icônica história do monstro, conquistando bilheteria de 82,5 milhões de doláres americanos e capturando a imaginação dos novos e antigos fãs. Agora, em 2018, Godzilla evolui em uma direção inédita como longa-metragem de animação. Para dar vida a mais nova adaptação de Godzilla, Toho está trabalhando com o proeminente estúdio de anime japonês Polygon Pictures (Knights of Sidonia, BLAME!), os diretores Kobun Shizuno (Knights of Sidonia, Detective Conan) e Hiroyuki Seshita (AJIN: Demi-Human, BLAME!) com roteiro do aclamado escritor de anime Gen Urobuchi (Psycho-Pass, Madoka Magika).

A animação leva a franquia a um território inexplorado – um mundo hostil em um futuro no qual Godzilla dominou a Terra pelos últimos 20 mil anos, e se aproxima de um fatídico confronto final com a humanidade.

Equipe

Diretores: Kobun Shizuno / Hiroyuki Seshita

História Original / Roteiro: Gen Urobuchi (Nitroplus)

Produção: Polygon Pictures

Elenco

Mamoru Miyano, Takahiro Sakurai, Kana Hanazawa, Tomokazu Sugita, Yuki Kaji, Junichi Suwabe, Daisuke Ono, Kenta Miyake, Kenyu Horiuchi, Kazuya Nakai, Kazuhiro Yamaji

Assista ao vídeo:

Sobre A.I.C.O Incarnation: Bones, o estúdio de animação responsável por títulos mundialmente conhecidos como Psalms of Planets EUREKA SEVEN e My Hero Academia e Kazuya Murata, diretor de Gargantia on the Verdurous Planet  e Fullmetal Alchemist: The Sacred Star of Milos se unem para apresentar uma série original de ação bio sci-fi.

No Japão, ano de 2035, um acidente conhecido como a “Explosão” ocorre durante um projeto de pesquisa, gerando uma incontrolável forma de vida artificial chamada “Matéria”, que se espalha por todo o desfiladeiro de Kurobe. A cidade, sede da pesquisa antes proclamada como a esperança da humanidade, é então isolada pelo governo.

Dois anos depois, a jovem de 15 anos Aiko Tachibana, que perdeu a família no acidente, aprende algo inacreditável com Yuya Kanzaki, um novo estudante em sua escola.

Um segredo está escondido em seu corpo, e a resposta para o quebra-cabeça está no “Ponto Primordial” que foi o centro da Explosão. Aiko então resolve se infiltrar na área restrita, escoltada por um grupo de mergulhadores e tendo Yuya como seu guia.

Quando um garoto se apaixona por uma garota e tem o destino da humanidade em suas mãos, qual nova verdade será revelada?

?Toho Co. / Divulgação

Segundo informações do Meet The Movie Press (via CBR), dois diretores são cotados para o live-action hollywoodiano de Akira, baseado no famoso mangá/anime.

Daniel Espinosa (Vida) e David F. Sandberg (Quando as Luzez se Apagam) seriam os nomes considerados pela Warner, que tem os direitos de adaptação desde 2002.

O projeto já tentou sair do papel várias vezes, com o envolvimento de nomes como George Miller, Christopher Nolan e Gary Whitta, mas nunca teve continuidade. As últimas notícias da produção são de 2016, quando Justin Lin era cotado para a direção.

Publicado originalmente entre 1982 e 1990, Akira acompanha a história de dois jovens que se envolvem em misteriosos experimentos do governo, que dão muito errado. O anime foi lançado em 1988.

Fonte: Omelete

"O cinema é um modo divino de contar a vida"
Federico Fellini

© 2018 Cinerama Clube.

Todos os direitos reservados.

[email protected]

Developed By: Vedrak Devs