Steven Spielberg e sua produtora Amblin Entertainment, encerram o contrato com a CBS após as acusações de assédio sexual contra o ator Michael Weatherly, astro da série Bull.

fotos da serie Bull
créditos de imagem: cbs

Bull estreou na CBS em 2016, e apresentou uma empresa de consultoria de julgamentos chamada TAC. Esta firma de consultoria é comandada por Jason Bull, psicólogo e especialista na “ciência de julgamentos”.

No final da 1 ª temporada, Eliza Dushku se juntou ao elenco de Bull como JP Nunnelly. Embora parecesse que a atriz faria parte do elenco permanente, ela não retornou para uma segunda temporada. Então em dezembro de 2018, Eliza veio a público revelar que sofreu assédio nos set de filmagens. De acordo com o relatório, Weatherly fez comentários sobre a aparência de Dushku e brincadeiras sobre suas intimidades.

A atriz então foi ao produtor e showrunner Glenn Gordon Caron, que a incentivou a falar pessoalmente com Weatherly. Após a conversa com Michael a atriz foi dispensada da série. Posteriormente, houve uma série de acordos com a CBS e a atriz recebeu o valor de 9,5 milhões.

Embora a série continue ativa na CBS, e tenha sido renovada para a 4 temporada; O Deadline informa que Spielberg, e a repartição de tv da sua produtora a  Amblin Television, não tem mais qualquer ligação com a série.

fotos da serie bull

Spielberg é um grande apoiador dos movimentos #MeToo e Time’s Up desde que foram começados em 2017. Estes movimentos surgiram logo depois que a New York Times, expôs o produtor  Harvey Weinstein que é acusado de assédio e agressão sexual contra várias mulheres. A denúncia contra Harvey, deu início a uma série de denúncias em Hollywood. Nem todos os denunciados estão pagando pelos seus crimes.

No caso de BULL, a CBS resolveu continuar com a série, e está confiante sobre o futuro dela. Mas os produtores pensam diferente, e mesmo que Spielberg não tenha revelado em público o motivo de sua saída; Segundo a atriz Dushku, Spielberg decidiu não ter mais ligações com a série assim que suas alegações se tornaram públicas.

Leia também: Cummings é acusado de assedio.