Dia 22 de março estreia Nós, o novo terror do diretor, roteirista e produtor (!) Jordan Peele.

Peele se arriscou pela primeira vez como cineasta em Corra!, terror que estreou em 2017 e foi muito aclamado pela crítica, levando a estatueta de Melhor Roteiro Original no Oscar de 2018, entre tantos outros prêmios.

Em dezembro, durante uma entrevista ao The Hollywood Reporter, Jordan Peele comentou sobre as diferenças entre seus dois filmes, acentuando o fato de que, apesar de apresentar protagonistas negros, o longa de 2019 não deve focar no racismo (como acontece em Corra!) e sim em um outro tema.


“É muito importante para mim ter uma família negra no centro de um filme de terror”, disse Peele. “Mas também é importante notar que, ao contrário de Corra, Nós não é sobre raça. É sobre algo que eu sinto que se tornou um fato inegável. E esse é o simples fato de que somos nossos piores inimigos…”

Nós vai contar a história de uma família que, ao fazer uma viagem à praia, se depara com a visita de versões (sombrias) de si mesmos.

É inegável a rápida relação dessas cópias dos integrantes da família aos famosos Doppelgängers.

O que é um Doppelgänger?

O nome Doppelgänger se originou da fusão das palavras alemãs Doppel (duplo, réplica ou duplicata) e Gänger (andante, ambulante ou aquele que vaga).

Segundo as lendas germânicas, todo ser humano possui uma cópia exata (um sósia) perambulando por aí. Há muitos relatos de pessoas que afirmam já terem visto as mesmas ou terem recebido uma informação insistente de que estavam em um lugar quando, na verdade, não estavam. Há quem acredite ter sido confundido com um doppelgänger.

O trailer de Nós foi divulgado em dezembro de 2018 e trouxe grandes expectativas para o filme.

Confira abaixo:

Segundo o Deadline, o longa ainda deve superar a abertura de US$ 33,3 milhões de Corra!

Veja também: Recomendação | “Buscando…”: Uma história através da tela do computador