O produtor executivo de Homem-Aranha: Longe de casa, Eric Carroll, tentou explicar os problemas em Integrar um Clarim diário no MCU.

Nos quadrinhos, Parker consegue seu primeiro emprego como fotógrafo no Clarim, esse fator foi reproduzido na trilogia de Sam Raimi; Onde tivemos o brilhante JK Simmons no papel de J.J Jameson. Entretanto nos filmes dirigidos por Marc Webb, houve apenas uma referência ao Clarim, depois disso o jornal não apareceu mais nas telonas.

clarim diario
creditos: marvel comics

Os fãs do cabeça de teia, sem dúvida esperam para ver o Clarim neste universo compartilhado. E se for possível ter o JK Simmons de volta ao papel de Jameson.

No entanto para o produtor Eric Carroll, está mais fácil conseguir uma participação de Simmons do que ter o Clarim em um filme do MCU.

Em uma entrevista para o site Screen Rant, Carroll explicou o porquê é tão difícil ter o Clarim: “Se o Clarim não fosse um jornal tradicional; seria mais fácil… Mas tem essa coisa estranhamente legal acontecendo. Hoje em dia todo mundo tem uma câmera muito melhor no bolso do que qualquer fotógrafo de 10 anos atrás. Então a questão é como pôr um Parker fotógrafo no mundo atual? As pessoas preferem ter suas fotos expostas em um jornal ou querem que seu Twitter seja repostado por todo mundo?

Carroll entra em uma questão interessante. O jeito que usamos as mídias mudou muito desde 2002. Mesmo que trabalhar em jornais respeitados ainda seja o foco para estudantes de jornalismo. O número de circulação de jornais caiu muito nos últimos anos.

Sendo assim, os cineastas estão procurando uma nova maneira de abordar o Clarim no MCU. O que seria ótimo para os futuros filmes do aranha, já que eles estariam modernizando a história e criando sua própria forma de contar os fatos. Isso poderia evitar comparações com o que já foi realizado em filmes anteriores.