As aberturas mais inesquecíveis dos animes

Ao pensar em seu anime preferido, qual é a primeira coisa que lhe vem a cabeça? Seu personagem preferido, sua magnífica história? Provavelmente a ambos, mas o que também chama a atenção, e às vezes até a rouba, são suas inesquecíveis aberturas. Apesar de terem centenas igualmente magníficas, estas são 10 das melhores que já vi, dentre todos os animes que acompanhei:

Shingeki no Kyogin

Como não lembrar da primeira abertura desse incrível anime que vem sendo, na minha opinião, um dos melhores ainda em execução. Foi o primeiro tema composto por Linked Horizon-Guren no Yumiya, que por sinal também emprestaram suas músicas para o restante das aberturas de Shingeki até agora. Com ela já possível ter uma idéia da emoção que você vai sentir durante o resto da série. E, claro, ao juntar com uma animação de cair o queixo, efeitos e tudo nos perfeitos eixos, ela se torna ainda mais grandiosa. Quem aí não ama essa abertura e essa musica?

InuYasha

Um shõnen, talvez, nem tão conhecido assim, mas bastante apreciado por quem viveu uma infância nos anos 90. Um anime incrível e com uma historia belíssima, estando no meu top 10 dos melhores que já tive a honra de asistir. Apesar dos seus inúmeros fillers, esse anime merece, sim, uma atenção especial. E mesmo depois de tanto tempo, ele ainda continua sendo belíssimo. Nessa obra, a autora conseguiu transmitir seus sentimentos na medida certa, valendo muito a pena conferir. Principalmente para quem gosta de cenas de ação, romance, e personagens muito bem trabalhados. Poucas aberturas desse anime são tão memoráveis quanto a primeira, ainda em sua versão brasileira. Quem disser que já não cantou junto, deve estar mentindo. A versão original é igualmente boa, mas não me traz o mesmo ar de nostalgia.

Bleach

Esse anime dispensa apresentações. Mesmo sendo do mesmo estúdio, a animação é melhor que a de Naruto. Com muita complexidade, possui personagens bem realistas, carismáticos e com histórias de vida que vão fazer o leitor se identificar. Quem aí não lembra dos combates extremamente incríveis? É uma historia que te cativa e induz a ver mais e mais. Com uma trama empolgante e possuindo, na minha opinião, um dos melhores vilões da historia dos animes, Bleach esta em meu coração. Mesmo com 40% sendo filler, você termina e nem percebe. Eu não consegui escolher apenas uma abertura para colocar aqui, então eu escolhi 4 das melhores.

1 abertura: Por Orange Range – Asterisk, abrindo com chave de ouro os primeiros episódios. Apesar da pegada de rock-pop, o que deixa ela com um toque mais especial são os raps. Eles dão um certo estilo a música e a abertura, que é muito colorida e animada, a deixando marcada como uma das melhores de Bleach, além de ser ela que nos introduz ao seu mundo.

6 abertura: Por Aqua Timez – Alones, a melhor abertura de Bleach na minha opinião. Não só pela estrondosa musica que é, mas também por se encaixar perfeitamente no momento em que o anime está transmitindo centímetro por centímetro toda a emoção dentro dela, mostrando os dois lados da moeda, ying e yang, e também o que está por vir, com a aparição dos 10 espadas.

7 abertura: Por Asian Kung-fu Generation – After Dark, essa banda está em todo anime sim, e só por ser deles você já espera algo sensacional. Música magnifica, junto com a animação que traz exatamente os tons certos. Vai para o lado mais sombrio, com cores menos vivas em sua maior parte, com proposito exato de retratar o Hueco Mundo e os espadas. Com uma pegada até filosófica, vemos nosso protagonista em toda abertura correndo e tentando salvar a Ohirime que, a cada segundo que passa, afunda mais e mais na água. Com uma expressão cada vez mais triste, ela vai demonstrando todo o sentimento vivido naquele situação em que se encontra.

9 Abertura: Aqua Timez – Velonica, o que dizer dessa abertura, dessa incrível linha de baixo que gruda na sua cabeça? Uma animação bem colorida no inicio, com cores vivas escolhidas a dedo, e que dispensa comentários. Apenas o inicio é suficiente para te ganhar completamente, e quando vem o resto você se apaixona.

Toyko Ghoul

O que falar de Unravel de Toru Kitajima, com sua voz única? Para mim uma abertura fora dos padrões. A quantidade de detalhes é extraordinária, combinando perfeitamente com o clima que o anime tenta passar. Não se engane pelo inicio da abertura. Com o decorrer da música vemos o clima ficar mais dark, no exato modo de Toyko Ghoul. Muitos não gostam dessa abertura, mas esse não é o meu caso.

Naruto Clássico

Quem nesse mundo não conhece o anime Naruto, do grande Masashi Kishimoto? Conta a historia do pequeno ninja Naruto, que busca ser reconhecido em sua vila. Ele é desprezado por ter a raposa Kyuubi de 9 caudas selada em seu corpo, e que no passado foi a responsável por trazer destruição e dor para todos. Focando no seu desenvolvimento como ninja e como pessoa, quem ai não conhece suas histórias e as inúmeras aberturas memoráveis? Se eu acrescentasse o shippuden daria umas 15 ou mais. Apesar de muitas serem marcantes eu resolvi escolher o clássico, pelo simples fato de elas serem mais conhecidas por terem passado na televisão. Naruto teve seus altos e baixos, tanto no clássico como no shippuden, tanto de historia quanto de animação, mas nada que abalasse os fãs que já não esperavam a hora de ver o final. Kishimoto com certeza arrastou uma multidão de fãs pelo mundo.

Abertura 2: Asian Kung fu Generation – Haruka, quem ai não se sente nostálgico de ver essa abertura quando passava no SBT? Eu nunca me canso de escutá-la. Tanto o instrumental quanto o vocal e letra da canção, são espetaculares. Temos mais espaço para o time 7 na abertura, mostrando cada um dos integrantes. Mas ao longo dela vemos o resto dos times, todos os senseis, nossos vilões, e o time da areia. Uma apresentação de tudo que viria pela frente no anime, trazendo lutas e momentos inesquecíveis.

Abertura 3: Little by Little – Kanashimi wo Yasashisa ni, Naruto sempre foi muito bem em escolher suas aberturas, e fazer com que elas sejam lembradas pelo fãs. Tanto a música quanto a belíssima animação, faz qualquer marmanjo se emocionar. Kanashimi wo Yasashisa ni tem uma letra muito linda, que condiz com as cenas apresentadas. Ela fica como minha preferida do Naruto clásico, protagonizando uma das melhores sagas de todo o anime. Quem não se arrepia ao escutar e ver essa abertura?

Abertura 4: Flow – “GO!!!”, Fighting Dreamers, para os íntimos. Uma das aberturas mais engraçadas e alegres, na minha opinião. Flow já marcou presença em diversas aberturas de Naruto, e tem uma imensidão de fãs brasileiros. Já fez diversos shows aqui no Brasil, trazendo sempre um grande poder nostálgico ao seu nome.

Neon Genesis Evangelion

Uma obra de arte, essa é a sensação ao ver Evangelion, considerado por muitos um dos animes mais inovadores de todos os tempos. Não se trata de um simples anime mostrando a jornada clássica do herói. Fruto da mente de Hideaki Anno, com seus simbolismos e personagens bem desenvolvidos, ele puxa mais para o lado da realidade, sempre invocando temas psicológicos e profundos. Não se deixe levar pelos primeiros episódios, que tem o ritmo um pouco lento. Ele melhora muito depois. E não se trata apenas de robôs gigantes, e sim de um novo conceito, fazendo crítica a sociedade pós segunda guerra mundial. Todo o anime é uma exata metáfora, onde Evangelion mostra a nós, seres humanos, como nunca antes fomos mostrados em nenhum anime.

A Cruel Angel´s Thesis – Yoko Takahashi, boa parte do seu sucesso vem da grande voz de Yoko, e da sua linda música. Mas a abertura contém diversas palavras muito importantes para a trama, assim como muitos questionamentos e filosofias. Logo no início vemos a árvore da vida, segundo a religião cabalística. Essa música até hoje é muito famosa e conhecida, tudo graças ao sucesso e ao marco que foi Evangelion.

Dragon Ball e Dragon Ball Z

Esse é conhecido até pelos que não têm o hábito de ver animes. Dragon Ball quebra todas as barreiras, e é sem dúvidas um dos animes mais populares de todos os tempos. Possui uma legião fiel de fãs. Foca na historia do nosso Deus Goku, sendo o primeiro anime a ser um absoluto sucesso no Japão e no mundo. Ele consegue prender o espectador através da sua história bem humorada, com ótimas lutas e, claro, em português do Brasil, onde a experiencia se torna muito melhor. Dragon ball esta contando com uma nova versão que está prestes a chegar no seu hiato, encerrando mais uma saga que esta animando muito os fãs.

Dragon Ball Original

Abertura 1: Fantástica Aventura (Vamos conquistar as esferas do dragão), pura nostalgia essa música. Ela consegue passar com exatidão o tom mais leve do início do anime, que tinha um ar bem mais cômico. Na abertura vemos desde a primeira aparição de Kame, até a transformação de Goku em Oozaru. Os primeiros amigos de Goku também marcam presença. A letra da versão brasileira é praticamente idêntica à original, e manteve a mesma sonoridade. Ambas se encaixam perfeitamente nas imagens que são mostradas.

Dragon Ball Z

Abertura da Saga de Majin Boo: A melhor abertura de Dragon Ball na minha opinião, tanto pela música quanto pela imagem. Ela faz uso do sentimento de nostalgia que é deixado pelo avanço das sagas, mostrando a clara evolução de Gohan com o passar dos anos. Mostra também que um novo mal esta chegando para quebrar a paz estabelecida. Assim como sua saga correspondente, ela conta com elementos de comédia retirados, claro, do Dragon Ball original. A música é cantada, na versão japonesa, por Hironobu Kageyama e sua letra é completamente diferente da versão brasileira, mas as duas são igualmente boas.

Brasileira:

Japonesa:

Cowboy Bebop

Com apenas 26 episódios de 20 minutos cada, o diretor Shinichiro Watanabe, com sua obra Cowboy Bebop, ganhou meu coração como nenhum outro anime já ganhou. Uma obra extraordinária que transcende o tempo e, mesmo velha, sua animação cinematográfica e de tirar o fôlego. Com muito jazz, drama, um tom melancólico e com ótimo humor, Cowboy Bebop não pode faltar na lista dos seus melhores animes. A maioria desse peso está nas costas dos nossos protagonistas que, junto com a bela trilha sonora que sempre guia o espectador, foge completamente da zona de conforto dos mangás tradicionais, com um enredo inspirado na cultura americana. Faroeste, artes marciais e ficção científica em geral, com cada um dos episódios focados na história de um dos 4, mostrando sempre algo importante sobre eles, ou até mesmo do próprio universo de Bebop.

O anime joga um easter egg brasileiro, do mestre Tom Jobim, ao por numa mesa 3 velhos: Antônio, Carlos e Jobim (Nome do compositor), mostrando que o diretor tem um magnífico bom gosto. Temos até uma personagem do Brasil, a Ed.

Resultado de imagem para antonio carlos jobim cowboy bebop

A abertura não nega esforços na ótima música, nem nas animações que passam a exata euforia que você sente ao ver o anime. É um jazz de primeira clase. E para quem não sabe, a palavra “Bebop”, além de ser o nome da nave dos protagonistas, também é o nome de um estilo de jazz muito famoso nos anos 40 e 50. A trilha do anime é quase 100% baseada no conceito que diz, que as vezes uma música ou um som transmitem mais que mil palavras. Com um tom agradável e melancólico, a composição é da brilhante Yoko Kano, e a banda The Sealbelts.

Fullmetal Alchemist: Brotherhood

Outro anime que dispensa apresentações. E quem não viu, tem que ver imediatamente. Ótima historia, belos e carismáticos personagens e, na minha humilde opinião, um dos melhores animes/mangás já criados. Conta a história dos irmãos Elric, Edward e Alphonse que, após tentarem trazer a mãe morta de volta utilizando a alquimia, cometem o erro gigantesco de quebrar uma de suas regras mais importantes, a transmutação humana. Alphonse perde então todo o seu corpo para a verdade, e Ed perde seu braço e perna. Com a ajuda de Ed, Alphonse sua alma é posta em uma armadura de ferro, enquanto Ed ganha braço e perna robóticos. Os irmãos partem para uma jornada em busca da pedra filosofal, na tentativa de concertar o erro e recuperar seus corpos.

1 abertura: Yui – Again, que a voz da Yui é linda, não temos nem dúvida. Que suas musicas são contagiantes, também não. Junte isso com uma linda animação. Chega a ser emocionante para quem já viu todo o anime, e vai rever as aberturas após entender coisas que não foram mostradas na primeira parte. Não tem como esquecer essa bela abertura.

Abertura 3: Golden Time Lover – Sukima Switch, tanto a música, como todas as referências que são postas, tornam essa abertura muito emocionante. Mostra também o que está por vir e apresenta novos personagens, localidades. Isso tudo junto a animação no tom certo, entretém e emociona o espectador.

Abertura 5: Sid – Rain, fechando com chave de ouro. Uma música mais melancólica, que combinou exatamente com o momento vivido pelos personagens. Apesar do desespero e tristeza que transmite, não deixa de ser uma abertura belíssima. A animação ajuda muito também, tendo a maior parte das cenas com chuva e depois aparecendo um raio de sol, uma esperança, uma lembrança feliz, uma pessoa especial, um final feliz com todos os obstáculos superados. Além de podermos deduzir coisas que estão por vir.

 

Etiquetas: , , , , , , ,


Ruy Neto

Apenas um garoto que ama cinema.

"O cinema é um modo divino de contar a vida"
Federico Fellini

© 2018 Cinerama Clube.

Todos os direitos reservados.

[email protected]

Developed By: Vedrak Devs