Crítica | I Am Not Your Negro

Diante das recentes manifestações racistas e neonazistas ocorridas nos Estados Unidos, a reflexão e o debate acerca dos problemas sociais presentes na América, faz-se medida necessária e primordial para o entendimento dessas feridas abertas que parecem crescer cada vez mais na sociedade instável que está presente a população norte americana.

Como a arte sempre teve o intuito de tratar de questões importantes e incentivar o debate acerca dessas questões, nada mais oportuno do que falar a respeito de um filme-documentário que se encaixa perfeitamente nesse momento social Americano e que nos dá uma ótima ilustração do passado para que possamos entender o presente e fazer prognósticos para o futuro. Estou falando de “I AM NOT YOUR NEGRO” , lançado em Fevereiro desse ano aqui no Brasil, dirigido por Raoul Peck com base nos manuscritos inacabados de James Baldwin ( lendário escritor e ativista americano) chamado “ REMEMBER THIS HOUSE“ , onde o escritor conta suas memórias sobre seus encontros e ideias de três líderes dos direitos civis: Malcolm X, Medgar Evers e Martin Luther king Jr.

Trazendo a narração de Samuel L. Jackson que mais parece performar com a voz do que apenas narrar, o filme-documentário, apesar de trazer relatos, debates e imagens de mais de 40 anos, ainda assim é extremamente atual e relevante por mostrar a segregação racial presente em praticamente todos os meios da sociedade:  nas escolas, nas ruas, nas propagandas de televisão, no cinema e etc.

Repleto de entrevistas em programas de TV da época, vídeos de debates e palestras, as palavras de Baldwin em defesa dos direitos civis da população negra soam urgentes, ainda mais quando confrontadas com filmagens recentes do racismo em atividade nas ruas dos Estados Unidos. A personalidade dos três líderes (Malcolm X, Martin Luther King e Medgar Evers) são dissecadas e colocadas em contraste uma com as outras, mostrando que apesar de defenderem os mesmos ideais, acreditavam em caminhos diferentes para alcançar o objetivo.

Do ponto de vista cinematográfico, não posso deixar de citar a ótima trilha sonora do filme, que vai de Buddy Guy até Kendrick Lamar, além da ótima montagem que dá um ritmo perfeito ao filme.

Urgente e atual, “I AM NOT YOUR NEGRO “ trata de uma herança histórica que divide um pais e merece ser visto para que, conhecendo o passado, possamos tratar do presente e assegurar um futuro melhor.

Abaixo você confere o trailer Legendado:

 

Etiquetas: , , , , , , , , ,

"O cinema é um modo divino de contar a vida"
Federico Fellini

© 2018 Cinerama Clube.

Todos os direitos reservados.

CONTATO | ANUNCIE

Developed By: Vedrak Devs