Os 8 atores mais supervalorizados do cinema

Eles são famosos e aclamados, mas será que merecem tanta admiração e carinho por parte dos fãs? Para dizer a verdade a maioria não é digna de tantos elogios, não que só sejam todos maus atores, mas o seu trabalho não justifica todo o “barulho” criado em torno deles.

Estes são os 8 atores mais sobrevalorizados de todos os tempos:

LEONARDO DICAPRIO

Melhor Performance: What´s Eating Gilbert Grape (1993)
Performance mais sobrevalorizada: The Wolf Of Wall Street (2013)

DiCaprio não é um mau ator, o seu reportório inclui meia dúzia de trabalhos interessantes, dois ou três que até podem ser considerados excelentes, mas isso não é razão suficiente para ser chamado de “o melhor ator da sua geração”.
Desde sotaques demasiado forçados a pouca variedade de expressões faciais, existe vários aspetos que o fazem estar um degrau abaixo de outros atores da sua geração como por exemplo Joaquin Phoenix. Convém ainda dizer que uma das principais razões para a sua popularidade é a sua aparência.

WILL SMITH

Melhor Perfomance: Ali (2001)
Perfomance mais sobrevalorizada: The Pursuit of Happyness (2006)

Para dizer a verdade acho que nunca vi uma performance realmente boa de Will Smith, há qualquer coisa que não te deixa esquecer que estas a ver um ator, uma certa artificialidade, mesmo quando esta a fazer drama. Este é um dos casos em que o seu carisma chama muito mais a atenção do que a sua habilidade como ator.

HARRISON FORD

Melhor performance: Blade Runner (1982)
Performance mais sobrevalorizada: Star Wars (1977)

Ford interpretou algumas da personagens mais conhecidas da história do cinema como Han Solo ou Indiana Jones, em nenhum dos casos era necessário muita habilidade pois as personagens eram, convenhamos, pouco dimensionais, qualquer ator com carisma teria conseguido fazer o que Ford alcançou. Dito isto, e diferentemente da maioria dos atores desta lista, foram muito poucas as vezes em que o ator foi deu uma má performance, mas nunca consegui criar uma personagem que se parece-se com um ser humano com falhas e qualidades.

HUGH JACKMAN

Melhor performance: Logan (2017)
Performance mais sobrevalorizada: Les Misérables (2012)

Dar vida a um super herói é a melhor forma, nos dias que correm, de chamar a atenção do publico, Hugh Jackman deu vida a Wolverine pela primeira vez quando os filmes de super herói ainda não eram a tendência, e para dizer a verdade Jackman tem evoluído como ator, mas ainda esta longe de merecer todos os aplausos que recebe.

MORGAN FREEMAN

Melhor performance: Million Dollar Baby (2004)
Performance mais sobrevalorizada: The Shawshank Redemption (1994)

Morgan Freeman é celebrado sobretudo pela sua voz, e na maior parte dos vezes é só isso que o ator esta a fazer, não a atuar, mas a “entregar” dialogo. Evidentemente que existem performances que fogem a regra, sobretudo aquelas em que o ator esta num papel secundário, como em Million Dollar Baby, Gone Baby Gone ou Unforgiven, no qual o ator entrega performances brilhantes, mas um ator que é talvez o mais adorado pelo mundo fora deveria ter um currículo melhor.

SYLVESTER STALLONE

Melhor performance: Creed (2015)
Performance mais sobrevalorizada: Judge Dredd (1995)
A maior parte dos defensores de Stallone, bem como de outras estrelas de ação como Arnold ou Jackie Chan não estão minimamente interessados em ver uma boa atuação, estes atores são chamados de “grandes atores” apenas por estarem em filmes populares, ainda que a única coisa que façam é parecer “forte” e carismático, alguém que o espetador aspirasse a ser. Stallone é horrível como ator, desde a forma como interpreta o diálogo até as expressões faciais, se alguma vez tiverem interesse em ver o que é uma atuação deem uma olhada no filme Judge Dredd, simplesmente horrível.

CLINT EASTWOOD

Melhor performance: Million Dollar Baby (2004)
Performance mais sobrevalorizada: Dirty Harry (1971)

Um bom ator não precisa de usar um sotaque diferente em todos os filmes, mas percebemos que um ator não é muito capaz quando ao fim de uma carreira de 62 anos todas as personagens da sua autoria tiveram exatamente a mesma caraterização. Eastwood tem dois ou três trabalhos que mostram a sua capacidade como ator, de interpretar sentimentos e não apenas ser o “macho alfa” que é o que o ator faz em quase todos os seus trabalhos.

KEANU REEVES

Melhor performance: The Last Time I Committed Suicide (1997)
Performance mais sobrevalorizada: Matrix (1999)

Keanu Reeves é absolutamente horrível em The Matrix, não consegue representar sentimento absolutamente nenhum, quando o ator quer tentar passar emoção dá por vezes vontade de rir, pois este tenta usar uma expressão de surpresa que parece ridícula. No entanto há uma exceção, Reeves é brilhante no filme The Last Time I Committed Suicide, um filme quase desconhecido, que mostra o que poderia ter sido se Reeves tivesse sido mais consistente.

Etiquetas: , , , , , , ,

"O cinema é um modo divino de contar a vida"
Federico Fellini

© 2018 Cinerama Clube.

Todos os direitos reservados.

CONTATO | ANUNCIE

Developed By: Vedrak Devs