9 filmes violentos ou sangrentos que você tem que ver (+16)

Qual a sua definição de algo violento? O que você acha que é sangrento ? Esqueça tudo que você acha que sabe sobre violência enquanto lê essa lista de filmes, refaça todos os seus conceitos desses assuntos, por que esses filmes extrapolam só um pouquinho (sério, quase nada) os limites da violência, eles vão dar um banho de sangue (literalmente) e a mais pura violência pros seus olhos, porque sangue e violência extrema é o que não falta nesses filmes.

  1. Fome Animal (1992)

É um filme da Nova Zelândia de 1992, considerado um dos mais marcantes do estilo trash, dirigido nada mais nada menos por Peter Jackson, é considerado uns dos filmes mais sangrentos e grotescos (gore) da história, no total, foram usados mil litros de sangue de porco para fazer o filme (metade disso foi usado em apenas uma das cenas do filme, o diretor deve ter dito, “a sobrou 500 litros, joga tudo nessa cena ai vá”).

Lionel  é um rapaz quieto e reservado. Ele está apaixonado pela doce Paquita e acredita que eles estão destinados a serem felizes para sempre. Sua mãe Vera é possessiva e não gosta de imaginar seu filhinho amando outra pessoa. Quando Lionel e Paquita marcam um encontro romântico no zoológico, Vera os segue e acaba sendo mordida por uma criatura que se assemelha a um macaco. Logo, a mulher começa a se tornar um zumbi. A partir daí, Lionel terá de tentar esconder sua mãe do resto da sociedade antes que a praga zumbi se espalhe.


2. Assassinos por Natureza (1994)

Dirigido pelo polêmico Oliver Stone e com roteiro do ainda mais polêmico Quentin Tarantino, com suas cenas de extrema violência(EXTREMA), sendo proibido na Irlanda, e sendo acusado de inspirar diversos assassinatos nos Estados Unidos, Assassinos por Natureza e um dos filmes mais polêmicos da historia. O filme foi baseado no primeiro roteiro de longa metragem escrito por Quentin Tarantino. Ele foi reescrito durante as filmagens oque gerou muitos problemas. Mas como muitas pessoas declararam que o roteiro original era melhor.

Um casal de psicopatas Mickey Knox e Mallory Wilson após matarem o pai abusivo dela, eles embarcam em uma viagem sangrenta que faz mais de 50 vítimas. O casal costuma deixar, entretanto, uma pessoa viva, para que ela possa contar todos os detalhes do massacre. Isso os eleva a “queridinhos” da mídia sensacionalista, personificada no ambicioso jornalista Wayne Gale.


3. The Evil Dead (1981)

Um filme de terror sobrenatural de 1981, escrito e realizado por Sam Raimi. Raimi foi produtor executivo com Bruce Campbell, que participa como ator com Ellen Sandweiss e Betsy Baker,  The Evil Dead ganhou a reputacão de ser um dos maiores filmes cult e é várias vezes descrito como um dos melhores filmes de terror de todos os tempos, com algumas das cenas sangrentas mais clássicas do cinema. Continuando nas suas continuações que são foram duas, Evil Dead II (1987) e Army of Darkness (1992).

Ashley(Ash para os íntimos) e um grupo de amigos vão para uma casa na floresta para uma noite de diversão. Lá, encontram um velho livro que, quando lido em voz alta, desperta a morte. Os amigos acabam libertando uma corrente de demônios e agora terão que lutar por suas vidas ou acabarão como um deles.


4. Taxi Driver (1976)

Dirigido por nada menos do que o mito Martin Scorsese, um dos melhores filmes da sua carreira, protagonizado pelo mestre Robert De Niro, que na época era apenas um jovem começando sua brilhante carreira, o filme ainda contem Judio Foster, que brilha no filme com apenas 12 anos , o filme foi responsável pela elevação da carreira dos 3. O filme é aclamado pela crítica sendo até considerado “cultural, histórica e esteticamente significante” pela Biblioteca do Congresso dos Estados Unidos, foi selecionado para ser preservado no National Film Registry em 1994 (Ou seja o filme foda), um tiroteio que acontece no filme é tão sanguinolento que os produtores tiveram de amenizá-lo na pós-produção, tirando um pouco da cor da cena e deixando o sangue com um tom mais claro.

O motorista de táxi de Nova York Travis Bickle reflete constantemente sobre a corrupção da vida ao seu redor e sente-se cada vez mais perturbado com a própria solidão e alienação. Em praticamente todas as fases de sua vida, Bickle permanece isolado e não consegue fazer contato emocional com ninguém.


5. Tragam-me a cabeça de Alfredo Garcia (1974)

Um filme méxico-estadunidense de 1974, do gênero ação em estilo de humor negro e surrealista, dirigido por Sam Peckinpah(O diretor já foi chamado de o “poeta da violência”, devido ao seu modo peculiar de filmar em “câmera lenta” as cenas mais violentas, pra você ter uma ideia de como o filme e violento e sádico.). Não escapou das críticas, pois muitos o consideraram um exemplar maior do sadismo e da demência do diretor. Sendo proibido na Suécia, Alemanha e Argentina atualmente é considerado uma obra “cult”, admirando-se a coragem de Peckinpah em realizá-lo.

Alfredo Garcia engravida a filha de um latifundiário mexicano que revoltado, oferece um milhão de dólares pela cabeça do sujeito. Bennie, um músico fracassado, e sua namorada saem à procura de Alfredo o problema é que vários caçadores de recompensa saem atrás dele também.


6. Canibal Holocausto (1980)

com direção de Ruggero Deodato e roteiro de Gianfranco Clerici, conhecido pela controvérsia e polêmica que causou logo após sua estreia. Depois de estrear na Itália, o filme foi apreendido por um magistrado local, e Ruggero Deodato foi preso por acusações de obscenidade. Mais tarde ele foi acusado de ter feito um filme snuff, devido aos rumores que afirmavam que certos atores foram realmente mortos (imagina só como deve ser as cenas do filme, sim elas são bem gore e grotescas). Apesar de Deodato ter sido posteriormente inocentado dessas acusações, o filme foi proibido na Itália, Reino Unido, Austrália e em vários outros países devido à sua representação gráfica de gore, violência sexual e a inclusão de seis mortes reais de animais. Muitos países já revogaram a proibição, mas o filme ainda é barrado em várias nações, O filme permanece hoje como uma referência no cinema de terror e a sua influência extravasa a sétima arte.

Quatro documentaristas de tribos que embrenham-se na selva para filmar indígenas. Dois meses mais tarde, depois que o grupo não retorna, o famoso antropólogo Harold Monroe viaja em uma missão de resgate para encontrá-los. Ele consegue recuperar as latas de filme perdidas, que revelam o destino dos cineastas desaparecidos.


7. Oldboy (2003)

O cinema coreano tem muito filme violento disso todos nos sabemos, mas Oldboy, entretanto, é o que mais se destaca na sanguinolenta filmografia de Chan-Wook Park. Inspirado na série de mangá homônima, o filme apresenta muita morte, sangue e vingança. O filme venceu o Grand Prix na edição de 2004 do Festival de Cannes, e foi muito elogiado pelo presidente do júri naquele ano, o diretor americano Quentin Tarantino.

Dae-Su é raptado e mantido em cativeiro por 15 anos num quarto de hotel, sem qualquer contato com o mundo externo. Quando ele é inexplicavelmente solto, descobre que é acusado pelo assassinato da esposa e embarca numa missão obsessiva por vingança.


8. Violência Gratuita (1997)

Dirigido por Michael Haneke as vezes chamado de gênio outras de sádico, sendo considera um dos seus maiores clássicos, sobre a obra desse cineasta alemão a única certeza que você tem que ter, e que ele e bem polêmico uns dizem que ele vai longe demais na suas obras, trazendo um violento drama psicológico, é impossível sair inalterado da projeção. O filme teve uma refilmagem americana dirigida denovo por Haneke.

Um casal rico curte o início das férias com o filho em uma casa à beira de um lago. Logo após a chegada, são abordados por dois jovens simpáticos não tarda para que suas sádicas e verdadeiras intenções se desfraldem.


9. O Albergue (2005)

Dirigido pelo nosso querido “Urso Judeu” Eli Roth, e tendo como produtor Quentin Tarantino, violência, sadismo e sexo são os principais ingredientes da obra.

Os melhores amigos Josh e Paxton decidem passar um verão viajando como mochileiros pela Europa. Em Amsterdã, eles conhecem Oli, um viajante da Islândia. Os três decidem investigar um boato sobre um albergue na Eslováquia repleto de mulheres sensuais e acabam sendo envolvidos em um jogo mortal.

 

 

 

Etiquetas: , , , , , , , , ,


Ruy Neto

Apenas um garoto que ama cinema.

"O cinema é um modo divino de contar a vida"
Federico Fellini

© 2018 Cinerama Clube.

Todos os direitos reservados.

CONTATO | ANUNCIE

Developed By: Vedrak Devs