Dani Califórnia

Dani Califórnia

Estudou produção audiovisual e fotografia. O pai era um tira e a mãe uma hippie. É obcecada por paletas de cores e assiste qualquer filme se tiver a Amy Adams no elenco. É um vyado com y e a maior fã de pagode anos 90 desse brasil.

Crítica | Uma Aventura Lego 2 – Animação para gente grande

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Com estreia marcada para dia 08 de fevereiro, na próxima sexta-feira, “Uma aventura lego 2” chega aos cinemas!
Em um intervalo de 5 anos, a franquia retorna, e no elenco temos a volta de Chris Pratt, Elizabeth Banks e Will Ferrel, dando vozes aos protagonistas. Além de contar com grandes participações especiais, como o Bruce Willis, Gal Gadot e Margot Robbie.

Will Arnett que volta como Batman, continua sendo o melhor alivio cômico do longa, é impossível não amar e ri com seu tom narcisista e sem noção.

Mas é inegável que comparado com o seu antecessor, Lego 2 é inferior em alguns quesitos. O roteiro não é tão engenhoso, e lidar novamente com a mudança e crescimento na personalidade de Emmet é um arco que já presenciamos. O que vem de novo (linguagem, universo e introdução de novos egos), são legais mas “não tão incríveis”.

A animação continua magistral no uso visual, não deixando a desejar em nenhum momento, os efeitos especiais são muito bem desenvolvidos. Um ”trabalho pra gente grade”!

Em suma, o filme é voltado para o publico juvenil, mas ainda assim consegue cativar e entreter quem é mais velho. As piadas são sagazes e o ritmo é fácil. Com certeza é uma programação em potencial para se divertir com a família no cinema. Até os créditos finais são legais de ver.

Nota:
3/5
Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Leia também: