Crítica | Hafis & Mara

7° Panorama do Cinema Suíço Contemporâneo começou na última terça-feira (08/05) e se estende até o dia 21 de maio. Os filmes serão exibidos no CineSesc e no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), em São Paulo. Hafis & Mara, filme dirigido pelo sírio Mano Khalil, abre a programação da Mostra. O diretor está no Brasil e irá participar de dois debates após as sessões do dia 10 de maio, às 18h30 no CCBB; e novamente no dia 12 de maio, às 19h30, no CineSesc.

O documentário gira em torno dos últimos anos do casal Hafis e Mara Bertschinger, em uma casa do interior da Suiça. Hafis é um artista plástico suíço-libanês que viajou o mundo e que mesmo na velhice continua criando obras de arte, apesar de nunca ter obtido reconhecimento pelo seu trabalho. Mara é a esposa fiel e recatada de Hafis, que dedicou sua vida ao marido apoiando-o tanto financeiramente, como artisticamente e nunca o acompanhou em suas aventuras pelo mundo. O que une esse casal, aparentemente tão diferente em suas personalidades, é o amor mútuo à arte, que nunca os retribuiu com igual atenção.

Hafis é um artista frustrado, porém satisfeito com sua vida de aventuras, enquanto Mara revela aos poucos seus sentimentos contraditórios há muito tempo guardados. Enquanto Hafis vivia sempre longe de casa, tendo inclusive relações sexuais com outros homens, Mara abdicou de uma vida melhor pelo marido. O papel de Mara é um tanto problemático, sendo a maior incentivadora do trabalho do marido, ela parece ter vivido em sua função, apesar de ser um ponto importante, essa característica é pouco explorada na narrativa do filme.

Hafis & Mara se concentra principalmente no tema do envelhecimento de um artista que nunca foi reconhecido, e circulando esse tema com boas reflexões sobre quais são as prioridades na vida e qual o papel que a família exerce sobre a todos.

O documentário tem um ritmo lento, mas cativante e não chega a ficar enfadonho em nenhum momento, apesar do seu quesito contemplativo. O uso da fotografia no filme também é muito bem utilizado, com enquadramentos bem significativos que exploram as emoções na tela ao longo da trama. Apesar da narrativa clássica do cinema documental e de uma certa falta de profundidade em alguns temas relevantes na complicada trajetória do casal que dá nome ao filme, o documentário faz o público refletir junto a sabedoria adquirida ao longo dos oitenta anos de vida do protagonista.

Hafis & Mara é um filme sobre a dedicação à arte que causou tanta dor em ambos os envolvidos.

SERVIÇO: | 7º Panorama do Cinema Suíço Contemporâneo

>> CineSESC
De 09 a 16 de maio.

Rua Augusta, 2075 | CEP.: 01413-000 | Cerqueira César.
Tel.: (11) 3087 0500.
Site Oficial: https://www.sescsp.org.br.
Lugares: 273 lugares.
Ingressos: R$12 (inteira), R$6 (meia), R$3,50 (credencial plena SESC).

Ingressos à venda nas Unidades do Sesc e no Portal: www.sescsp.org.br.
Prefira transporte público.

>> Centro Cultural Banco do Brasil São Paulo
De 09 a 21 de maio.

Rua Álvares Penteado, 112 | CEP 01012-000 | Centro.
(Acesso ao calçadão pelas estações Sé e São Bento do Metrô)
TEL.: (11) 3113 3651 | 3652 
Ingressos: R$10,00 (inteira) | R$5,00 (meia). 
Lugares: 70 lugares.
[email protected]  |  www.bb.com.br/cultura  |  www.twitter.com/ccbb_sp  |
www.facebook.com/ccbbsp | www.instagram.com/bancodobrasil

Funcionamento: de quarta a segunda, das 9h às 21h.
Prefira transporte público.

Acesso e facilidades para pessoas com deficiência | Ar-condicionado | Cafeteria e Restaurante | Loja
Estacionamento conveniado: Estapar – Rua Santo Amaro, 272.
Traslado gratuito até o CCBB. No trajeto de volta, a van tem parada na estação República do Metrô.
Valor: R$ 15 pelo período de 5 horas.
É necessário validar o ticket na bilheteria do CCBB.

Etiquetas: , , , ,

"O cinema é um modo divino de contar a vida"
Federico Fellini

© 2018 Cinerama Clube.

Todos os direitos reservados.

[email protected]

Developed By: Vedrak Devs